Verão 90: João é condenado a seis anos de reclusão em regime fechado

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Verão 90, João Guerreiro (Rafa Vitti) pagará pela ganância de seu irmão, Jerônimo (Jesuíta Barbosa); e será condena a uma pena de seis anos de reclusão em regime fechado, pela morte de Nicole (Bárbara França), VJ, da PopTV. Vale ressaltar, que o crime foi cometido por Quinzinho (Caio Paduan), mas sua mãe, Mercedes (Totia Meireles), comprou testemunhas e ocultou provas, para destruir a vida do jovem radialista. Jerônimo e Mercedes se uniram para acabar com os Guerreiros, mas em especial, com Janaína (Dira Paes), e João.

Leia também: Verão 90: Madá reconhece Nicole, como a mulher ‘morta’ de suas premonições

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em um depoimento emocionado, Janaína, não acreditará na condenação de seu filho. “ A senhora tem algo a dizer sobre a imagem que a imprensa tem passado do réu, dona Janaína?”, dirá a advogada, que defende o jovem inocente. “Tenho sim, doutora. Quem conhece o meu filho, sabe que inventaram um monte de mentira sobre ele. O João não é esse monstro que tão pintando, muito pelo contrário… João é um rapaz maravilhoso, honesto… Desde pequenininho assim… Desde muito novinho que o João é bom, generoso. Tava sempre ajudando todo mundo… Ele não merece nada disso que tá acontecendo… Eu tenho muita pena dessa moça e da família dela, mas se meu filho diz que não teve nada a ver com esse acidente, é porque é verdade, doutora… João nunca mentiu. A minha vida não foi fácil, não, doutora… Mas o João… Esse menino sempre foi o meu sol, a minha alegria…”, concluirá a cozinheira, com lágrimas nos olhos.

Falsas provas …

Depois das falsas provas serem exibidas contra o jovem, o namorado de Manuzita (Isabelle Drummond); será condenado. “Nicole Ferraz tinha a vida inteira pela frente, mas acabou sendo covardemente assassinada”, acrescentará o promotor do caso. “Será que houve realmente um crime? Estava escuro, chovendo, a jovem pode ter escorregado”, rebaterá a advogada de João. “Todas as evidências apontam para a culpa de João Guerreiro.João Guerreiro é um assassino frio e está nas mãos de vocês, senhores jurados, fazer com que ele pague pelo seu crime”, sentenciará o promotor, com sangue nos olhos. Mas a advogada de João, dirá ao presentes, que seu cliente, é inocente. “O meu cliente é a verdadeira vítima nessa história”, acrescentará a advogada do acusado (injustamente).

Sonho destruído …

Clique aqui e continue lendo os capítulos…

O Juiz dará o parecer final do caso; e João será condenado a seis anos de reclusão em regime fechado. “Os jurados decidiram, de acordo com as provas apresentadas, condenar o réu João Guerreiro pelo homicídio simples de Nicole Ferraz. Sentencio o réu a cumprir pena de seis anos de reclusão em regime fechado”, concluirá o Juiz, no pavor de Janaína. “Meu filho!”, finalizará Jana. Mas João pagará pelos crimes de seu irmão, Jerônimo, que sempre foi um criminoso e pela ganância de Mercedes, que decidiu destruir o jovem rapaz, para proteger o seu filho, delinquente. João irá para o presídio, lá, ele terá sua cabeça raspada, e chorará desesperado, já que é inocente.

CONFIRA O RESUMO DA SEMANA EM VERÃO 90

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio