Verão 90 comete erro de continuidade envolvendo Michael Jordan; entenda

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Andam cada vez mais explícitas a falhas cronológicas em Verão 90, no que tange à época em que a trama se passa. No capítulo desta segunda-feira (11), o folhetim global mais uma vez se embaralhou no tempo. E por isso acabou, sem querer, fazendo referência a um fato histórico que não havia ocorrido no período retratado.

Como se sabe, Herculano (Humberto Martins) foi convidado pelo amigo Luizão (ator não divulgado) a passar um ano trabalhando em Portugal. Na cena em questão, o diretor de cinema da ficção usava uma camiseta com os dizeres “I’m Back”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Verão 90: Galdino se torna um ‘empresário’ de sucesso

Tal figurino virou moda em 1995. Isso por reproduzir a manchete do tabloide americano Sun Times sobre a volta de Michael Jordan às quadras de basquete. Foi com essa fala sucinta, enfatizada pelo jornal, que o astro esportivo anunciou seu retorno.

Até aí, nada demais. Não fosse o fato de que essa fase de Verão 90 – cujo enredo sofreu, pouco depois da referida sequência, uma passagem de tempo de três anos – está situada no ano de 1990. Ou seja, cinco anos antes de Jordan retornar à modalidade que o consagrou.

Como poderia Herculano usar um determinado modelo de camiseta tanto tempo antes mesmo de ele ser lançado? Será que o marido de Gisela (Débora Nascimento) andou pegando emprestado o espelho de Cris Valência (Vitória Strada), protagonista de Espelho da Vida, para viajar no tempo e fazer umas comprinhas no futuro? Vai entender…

Com informações do jornalista Maurício Stycer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais