Vera Fischer desabafa sobre assédio no início da carreira: “Psicologicamente, fui abusada”

A atriz contou que o apoio familiar foi essencial durante o período

Publicado em 20/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vera Fischer esteva entre as convidadas do Altas Horas deste sábado (19) e contou sobre momentos marcantes de sua careira. Ela, que foi eleita Miss Brasil em 1969, aos 17 anos, recordou sobre sua transição para a atuação, o assédio que sofreu na época e o machismo.

Comecei no início dos anos 70, quando o machismo estava gritando. Acho que, mais psicologicamente, fui abusada, e isso me deixou muito para dentro. Eu era muito tímida e não era moda falar ou reclamar sobre isso naquela época“, disse a atriz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A artista desabafou sobre as marcas dos abusos psicológicos que sofreu. “Não foi nada tão traumático fisicamente, foi mais o meu psicológico, gente dizendo ‘ela é uma loira burra gostosa, então a gente pode tudo’, ‘ela usa minissaia, usa shortinho, a gente pode atacar’”, lamentou.

E completou: “Isso dá o direito de a pessoa vir implicar comigo e querer passar a mão em mim? Não dá. Você pode se vestir como quiser, ter a idade que tiver, dizer o que quiser. É a sua vida. Isso mexeu comigo, com a minha mente, com o meu psicológico”.

Vera contou ainda que a estrutura familiar a ajudou a superar os maiores traumas da época. “Graças a Deus, minha família sempre foi muito forte, muito severa e muito humana. Então, isso me deu um norte, fez com que eu me tornasse uma pessoa, aos poucos, mais compreensiva e também muito corajosa e muito forte”, disse ela. Com informações do GShow.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio