Valéria Almeida se emociona com homenagem no Encontro: “Não foi fácil”

A repórter contou detalhes sobre sua trajetória

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na manhã desta segunda-feira (8), o Encontro com Fátima Bernardes homenageou a repórter Valéria Almeida, no dia internacional da mulher. Ela ficou bastante emocionada ao falar sobre sua trajetória e revelou alguns detalhes da mesma.

A princípio, Valéria falou sobre sua caminhada difícil para chegar onde está, sendo um destaque na emissora. “Perdi minha mãe quando eu tinha 10 anos, eu tive que ficar com meus avós maternos. Minha avó dizia que se eu quisesse ser livre, eu tinha que estudar”, afirmou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Continuei estudando, não foi fácil entrar na faculdade, pagar a faculdade. Fiquei muito tempo desempregada, acumulei muita dívida com a universidade. Eu ia para as aulas com passagem que os professores me davam. Eu comia no albergue para pessoas em situações de rua e não contava para minha avó para que ela não se preocupasse”, continuou a jornalista.

“Me manter não foi fácil, eu cheguei no último ano e fui convidada a me retirar porque eu tinha uma dívida muito grande. Saindo expulsa, trabalhei, fiz faxina, paguei minha dívida, voltei e conclui o curso. Eu gosto de contar isso para que as pessoas acreditem que é possível”, concluiu Valéria Almeida, que ficou bastante emocionada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio