Último Simples Assim do ano mostra todos os tipos de fé

Mariana Ximenes está entre os convidados da atração

Publicado há 22 dias
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O último Simples Assim do 2020 trata de um tema universal: a fé. Até quem é ateu pode ter fé no time de coração ou recorrer, ainda que escondido, a uma superstição para a virada do ano. É sobre tudo isso que Angélica vai ouvir no próximo sábado, 26 de dezembro.

Na dinâmica de abertura, líderes ou adeptos de diferentes religiões do país  vão responder às perguntas da apresentadora sobre como cada uma delas trata temas como a empatia, o amor ao próximo e a união. Posicionados numa escadaria, eles só vão subir o próximo degrau se todos concordarem com a resposta dada por um deles, passando assim uma grande mensagem de tolerância religiosa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu sempre fui uma pessoa de muita fé e ela foi fundamental para que eu tivesse segurança para realizar os meus projetos. Quando eu era pequena, e viajava pelo país, eu levava a Bíblia e lia ela toda. Fazia meus pedidos e agradecia muito, queria conhecer as igrejas de cada cidade que eu visitava”, relembra Angélica sobre o tema central do último programa da temporada. 

Todos os tipos de fé

O esquete Fé de Torcedor mostra como um alvinegro fanático é capaz de fazer qualquer negócio para que seu clube vença um campeonato. Chico (Marcelo Serrado) prepara sua casa para a grande final. Confere se está tudo no lugar certo, veste as roupas da sorte, etc.

Só que desta vez, ele exagerou na mandinga. Sequestrou um padre para dar sorte ao time do coração. Nanda (Angélica), sua esposa, entra em desespero ao descobrir que o padre só será solto ao fim do jogo. Mas como Deus vê tudo, o Todo Poderoso preparou uma surpresinha emocionante para o fim do jogo. 

Angélica recebe Mariana Ximenes no outro esquete, o ‘Mandinga de Réveillon’. No quadro, a atriz vive Joana, que chega na festa de Ano Novo promovida por Beth (Angélica), sem ser convidada, sem usar branco, nem levar romã.

Por não participar de uma nenhuma simpatia clássica dessa época do ano, é tida pela anfitriã como pé fria. Ela até consegue entrar, mas, por não seguir os protocolos da virada de ano, acaba sendo expulsa da festa por Beth. No Dilema da Vida Real, Angélica conversa com uma turma que enxerga o mundo com muita criatividade e pureza: as crianças.

O que é felicidade para elas?  E, no programa sobre ‘Fé’, vamos botar na roda meninos e meninas de diferentes religiões para saber a opinião de cada um sobre temas e dilemas que passaram pelo ‘Simples Assim’: amor, família, trabalho, diversidade.

Pelo telão, elas vão bater um papo divertido com a apresentadora, que vai incentivá-las a trazer boas reflexões. Por fim, Angélica pede para as crianças desenharem Deus e explicar por que elas o imaginam daquele jeito. E o experimento social, convida pessoas descrentes com o futuro do mundo para falar sobre suas expectativas para o futuro.

Eles darão uma primeira resposta e depois entrarão cabine da esperança. Nela, darão de cara com personagens e histórias de gente que estão arregaçando as mangas e mudando o mundo. Ao saírem da cabine nossos convidados devem responder novamente à pergunta. Será que eles vão mudar de ideia?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio