TV Globo ignora rodízio e deixa equipe principal de fora da transmissão do Premiere

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As transmissões do futebol em 2019 estão dando o que falar. No final de semana, o Grupo Globo optou por não utilizar neste final de semana, o rodízio implantado entre os locutores no clássico entre Palmeiras e Santos no campeonato Paulista, que terminou empatado, sem nenhum gol.

O time principal da emissora fez parte da transmissão no último domingo (24), entre São Paulo e Red Bull Brasil. Nenhum nome com contrato direto com a TV Globo participou da transmissão, diferente do que era esperado. O responsável por pela narração da partida foi Cléber Machado, com comentários de Caio Ribeiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também:Com novidades no elenco, segunda temporada de A Garota da Moto tem estreia divulgada pelo SBT

Após anos longe da TV aberta, Milton Leite, o locutor responsável por narrar o jogo entre Palmeiras e Santos, retornou ao Premiere logo depois de narrar a partida na TV Globo. A emissora não esse ano tem que dividir os direitos da transmissão do Brasileirão, afinal, alguns times como o Palmeiras, fecharam contrato com o canal Esporte Interativo.

Apesar de exibir pela metade, Globo acerta na transmissão do Oscar 2019

Para os amantes da maior premiação do cinema mundial, a Globo nunca foi uma opção para se acompanhar a transmissão do Oscar. Um dos motivos é o canal só passar a mostrar os prêmios por volta da meia-noite, quando duas horas de cerimônia já aconteceram. Além disso, a emissora demorou para acertar um time de comentaristas capaz de contribuir com informações relevantes e, de quebra, tornar a transmissão mais divertida. Por conta disso, assistir pela TNT sempre pareceu mais atraente.

Leia também: Globo monta cobertura especial para cerimônia do Oscar 2019

No entanto, na noite de ontem (24), a coisa se inverteu. A TNT afastou o comentarista Rubens Ewald Filho da transmissão, e não o substituiu à altura. Assim, a transmissão do canal pago foi mais burocrática do que nos anos anteriores, roteirizada ao extremo e sem irreverência. Isso é bom para os fãs que não têm paciência para ouvir comentários se sobrepondo aos discursos dos artistas. Mas para o espectador que gosta de ouvir a opinião de críticos brasileiros, a transmissão não teve grandes atrativos.

Por outro lado, a Globo conseguiu tornar sua transmissão mais divertida com as presenças de Maria BeltrãoArtur Xexéo e Dira Paes. O trio, que comandou o Oscar na Globo pelo segundo ano consecutivo, se mostrou extremamente afinado. Maria, experiente na função, está sempre à vontade. Não apenas apresenta, mas comenta com conhecimento de causa. Assim, forma uma dobradinha interessante com Xexéo, com quem divide a cena no Estúdio I, da GloboNews. Enquanto isso, Dira Paes se junta ao time com traquejo, fazendo boas análises e contribuindo com informações. Assim, o trio comandou o evento como numa conversa entre amigos, com humor, informação e descontração.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio