TV Cultura apresenta documentário inédito sobre feminicídio

Casos de Eliza Samudio e Mércia Nakashima estão entre os abordados

Publicado há 2 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (26), às 22h45, a TV Cultura leva ao ar um documentário inédito sobre feminicídio, produzido pela repórter Vanessa Lorenzini. Eles Matam Mulheres percorre quase 40 anos de luta contra a violência de gênero a partir da história de 13 mulheres.

O especial destaca casos anônimos e também relembra crimes que chamaram a atenção da mídia, como o desaparecimento de Eliza Samudio, que levou à cadeia o goleiro Bruno, a morte da advogada Mércia Nakashima pelas mãos do ex-namorado Mizael Bispo de Souza e o brutal assassinato da jovem Bianca Consoli, cometido pelo cunhado Sandro Dota. Como o feminicídio também afeta mulheres trans, o documentário conta o caso de Larissa, morta a pauladas no meio da rua.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As sobreviventes de tentativas de feminicídio relatam suas vivências em primeira pessoa, enquanto as vítimas fatais ganham voz através de amigos e familiares. Os julgamentos são detalhados pelos promotores e advogados de acusação e defesa. Já especialistas analisam diversos aspectos relacionados ao feminicídio como, por exemplo, o menosprezo à condição da mulher.

A narrativa celebra dois importantes marcos legais. Em entrevista exclusiva, Maria da Penha relembra o crime que quase lhe tirou a vida e inspirou a lei de 2006, que leva seu nome e já protegeu milhares de brasileiras. Outro destaque é a Lei do Feminicídio, de 2015, que incluiu o feminicídio como qualificadora do homicídio no Código Penal Brasileiro e aumentou a pena do crime.

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 1326 mulheres foram vítimas de feminicídio em 2019, uma alta de 7% em comparação com 2018. O cenário piorou durante a pandemia, quando elas ficaram confinadas dentro de casa com seus agressores. Afinal, nove a cada dez crimes são cometidos por parceiros ou ex-parceiros.

As ações de prevenção e as políticas voltadas ao enfrentamento à violência contra a mulher – como medidas protetivas, boletins de ocorrência e Disque 180 – também são abordadas como soluções para superar o machismo e romper o ciclo da violência.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio