TV aberta perde público enquanto TV paga bate recordes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A TV aberta no Brasil nunca registrou tão baixos índices de audiência quanto agora. Globo, SBT, Record, Band e RedeTV!, as principais emissoras do país têm perdido público a cada ano e a migração não acontece entre elas, mas sim para a TV paga e outras mídias.

O colunista Ricardo Feltrin fez um levantamento que mostra claramente o recuo da TV aberta e o avanço da TV paga nos últimos anos. Cerca de 20 milhões de lares têm TV por assinatura (28% da população) e a audiência dos chamados OCNs (todos os canais pagos, excluindo todos os canais abertos) cresceu cerca de 235% desde 2010.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Crise afeta setor de TV paga no Brasil

Há cinco anos, a TV paga registrava nas 24 horas de programação média de 3,7 pontos de ibope ao dia, em 31 de agosto de 2015 esse índice já era de 8,7 pontos, um crescimento surpreendente..

Por outro lado, desde 2010, todas as emissoras abertas, exceto o SBT, perderam pontos de audiência.

A Globo, líder isolada, caiu de 14,6 pontos em 2010 para 12,4 pontos este ano (-16%).

A Record passou de 5,7 pontos (2010) para 4,4 pontos (-23%)

A Band, por sua vez, caiu de 1,8 ponto para 1,5 ponto (-16,6%)

E a RedeTV!, a que mais perdeu em porcentagem, caiu de 0,9 para 0,5 ponto (-44%).

O SBT, única emissora que registrou algum crescimento, passou de 4,7 para 4,9 pontos (+4%)

Os videogames e filmes em DVDs se mantiveram estáveis nesse período.

Confira abaixo os números dos últimos cinco anos:

Globo
2010 – 14,6
2011 – 14,3
2012 – 13,7
2013 – 13,1
2014 – 12,2
2015 – 12,4

SBT
2010 – 4,7
2011 – 4,9
2012 – 4,7
2013 – 4,4
2014 – 4,3
2015 – 4,9

Record
2010 – 5,7
2011 – 5,5
2012 – 4,8
2013 – 4,4
2014 – 4,2
2015 – 4,4

Band
2010 – 1,8
2011 – 1,7
2012 – 1,9
2013 – 1,9
2014 – 1,7
2015 – 1,5

RedeTV!
2010 – 0,9
2011 – 0,9
2012 – 0,6
2013 – 0,5
2014 – 0,6
2015 – 0,5

TV Paga (OCNs)
2010 – 3,7
2011 – 4,5
2012 – 5,2
2013 – 6,8
2014 – 8,6
2015 – 8,7

OAPs (games e DVDs)
2010 – 2,5
2011 – 2,5
2012 – 2,4
2013 – 2,5
2014 – 2,5
2015 – 2,4

Total de TVs ligadas no país
2010 – 33,9%
2011 – 34,0%
2012 – 32,8%
2013 – 33,1%
2014 – 33,8%
2015 – 34,6%

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio