“Tudo aqui é do meu bolso”, revela Valesca Popozuda sobre custos de seus videoclipes

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Valesca Popozuda está de volta para o estilo que a tornou conhecida no universo da música: o funk proibidão. A cantora acaba de lançar o EP De Volta Pra Gaiola e conversa com Danilo Gentili no The Noite desta quarta-feira (05) sobre o projeto. “Na verdade eu nunca saí do proibidão. Foi um presente que resolvi dar pros meus fãs e pra mim mesma”, diz a artista.

Sobre o conteúdo das letras, Valesca explica que sempre nunca se limitou devido aos palavrões das cancões. “Muitos dizem eu não curto, mas continuo curtindo você. Eu não carrego rótulos, faço o que quero”. Questionada sobre o clipe da música Festa na Baru, ela conta que os fãs escolheram através de suas redes sociais que esta seria a canção a ganhar um clipe.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eu não lançava um funkão e queria muito relembrar essa época”, comenta. A convidada fala que não pretende abandonar o público que conquistou com hits mais comerciais. E ainda que algumas músicas ganharão versões leves para serem tocadas nas rádios. “A gente tem que lidar com esses dois tipos de público”, opina.

Na ‘Gaiola das Popozudas’ conquistei um público e com ‘Beijinho no Ombro’ conquistei outro”, explica. Ela também diz que é a responsável por custear a produção de seus clipes e diz: “não tem investidor, tudo aqui é do meu bolso”. O programa vai ao ar às 00h30.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio