Troca de Esposas: Faby Monarca ‘educa’ família desleixada e ganha apoio da web

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A terceira edição do Troca de Esposas deu o que falar nas redes sociais. Dessa vez, as participantes eram bem diferentes. Enquanto Faby Monarca tem um perfil exigente, sendo até maníaca por limpeza, Rosane (Miminha) é uma motoqueira que não se incomoda com as tarefas domésticas e segue o ‘nadismo’, ou seja, não se preocupar com nada.

Em vários momentos, Faby reclamou e discutiu com sua nova família. Ela, inclusive, propôs regras que mudaram a dinâmica da casa, sobretudo quanto a organização. Por outro lado, Miminha queria que os filhos e o marido de Faby fossem mais unidos e tivessem mais liberdade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Participante do Troca de Esposas, Lilian Costa fala sobre experiência: “Infinitamente mais difícil que o Power Couple”

Já na discussão final com mediação de Ticiane Pinheiro, vários momentos se destacaram. “Me arrepiava todinha”, disse Faby ao relatar sua experiência ao entrar na casa. “Eu vivo bem assim. Mas vim buscar ajuda [no programa]”, rebateu Miminha. Além disso, a motoqueira acusou a empresária de proteger muito os filhos.

O debate teve alguns momentos tensos. Sem papas na língua, Faby disse que ficou indignada com a desorganização da casa da rival. Nessa hora, Miminha chegou até a chorar.

Pegando fogo, o Troca de Esposas ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. O público ficou um pouco chocado com a personalidade de Faby, todavia, muitos apoiaram o comportamento da loira em querer botar ordem na família desleixada. Confira algumas reações:

https://twitter.com/spidermanxs/status/1101306942012751872

Dinâmica do Troca de Esposas

Versão brasileira da atração Wife Swap, o Troca de Esposas é uma experiência de autoconhecimento. A dinâmica funciona da seguinte maneira: ao trocar de família, a esposa vive metade dos oito dias sob as regras da dona de casa. Na segunda metade, tudo muda.

A esposa recém-chegada terá a oportunidade de trocar as regras e reorganizar o lar segundo suas próprias normas. Sendo assim, como os “novos” maridos e filhos vão reagir a tantas transformações? Será que vão acatar as orientações determinadas pela nova esposa?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais