Tieta: Quem matou Arturzinho, um dos vilões da história?

Empresário por trás dos planos para devastar Mangue Seco é morto perto do fim da história

Publicado há 4 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recém-incluída no catálogo do Globoplay, a novela Tieta foi exibida originalmente entre agosto de 1989 e março de 1990 no horário nobre da TV Globo. Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares desenvolveram-na a partir de um romance de Jorge Amado, Tieta do Agreste, publicado em 1976.

Alguns mistérios permeiam a história protagonizada por Betty Faria no papel-título, uma mulher à frente de seu tempo que escandaliza a pequena Santana do Agreste quando jovem e 20 anos depois, ao voltar, dominar muita gente com o poder do dinheiro e se envolver com o próprio sobrinho, Ricardo (Cássio Gabus Mendes), que além de tudo era seminarista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além da lasciva Mulher de Branco e do conteúdo da caixa que Perpétua (Joana Fomm), irmã mais velha de Tieta, guarda em seu quarto, na reta final a novela apresenta o suspense em torno do assassinato de Arturzinho da Tapitanga (Marcos Paulo), ou Mirko Stefano, como também foi chamado.

Mirko foi a identidade por trás da qual Arturzinho se escondeu para ocultar sua participação num arrojado plano de investimentos que esconde grande potencial poluidor que pode acabar com a natureza local, especialmente Mangue Seco. Ele havia deixado Santana do Agreste ainda jovem e odiava o pai, a quem acusava pela morte da mãe.

No final da novela, depois de se envolver com Tonha (Yoná Magalhães), madrasta de Tieta, depois da morte do velho Zé Esteves (Sebastião Vasconcelos), e de ameaçar expor a verdade sobre Tieta para toda a cidade, Arturzinho é assassinado.

Quem o mata é próprio pai, que dá cabo do filho depois de saber por Dona Milu (Mirian Pires) que na verdade Arturzinho é quem estava por trás da morte da própria mãe, Dona Mirandinha. O crime acaba assumido por Trapizomba (Evandro Leandro), capanga de confiança do Coronel Artur da Tapitanga.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais