Taís Araújo fala de Mister Brau e diz que foi chamada de Xica da Silva em Angola

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Protagonista da série Mister Brau, que estrará sua quarta temporada na próxima semana, a atriz Taís Araújo foi a convidada desta terça-feira (17) do programa Conversa com Bial, talk-show de Pedro Bial nos fins de noite da Globo. A cantora e atriz Lellêzinha também foi convidada.

Entre os maiores assuntos, falaram sobre representação negra, a própria série, a visita de ambos para gravações em Angola, além de outros assuntos políticos e pessoas de sua vida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Rubens Barrichello revela no Conversa com Bial que fez cirurgia para retirar tumor

Taís confessou que Brau só deveria ter apenas uma temporada, mas por conta do sucesso nas ruas e de audiência, a Globo acabou decidindo fazer mais episódios. Ela revelou que a quarta pode ser a última, mas ainda não tem certeza.

“A série nasceu para ser uma primeira temporada. E aí, no meio da primeira temporada, falaram pra fazer a segunda. Emendamos a segunda. Com a segunda no ar, falaram que íamos fazer a terceira. Agora dizem que é a última, mas não sei de mais nada”, brincou a atriz.

Taís afirmou que a responsabilidade social do seriado surgiu por causa do público, e não era a ideia inicial para o roteiro. Mas que, com o tempo, tudo aconteceu da melhor forma e a série ganhou essa responsabilidade.

“Essa é uma série que tem a nossa identidade, a gente coloca muita coisa nossa. Nessa quarta temporada é a primeira vez que temos autores negros. E isso é muito importante, porque a série não tinha uma demanda social no ar. E isso partiu do público, na rua, com as pessoas falando”, completou.

Veja também 

Conversa com Bial ganha reprise semanal nos fins de semana da Globo News

Por fim, Taís falou das gravações de Mister Brau que aconteceram em Angola, e que serão exibidas neste ano. Taís brincou que houve muita mistura de personagens e que o público foi ver um pouco de tudo: Brau e outros personagens de Taís e Lázaro.

“Estava um pouco misturado em Angola, foi engraçado. A série faz sucesso lá, mas muita gente me chamava de Xica da Silva e chamava de Lázaro de Foguinho. Cansei de ouvir: ‘Oi, dona Xica’! (risos)”, concluiu a atriz.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio