Tá no Ar satiriza Jair Bolsonaro na vila militar do Chaves e web vai à loucura

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A nova temporada do Tá no Ar estreou na Globo na noite desta terça (15) e deu o que falar nas redes sociais, sobretudo com uma sátira ao presidente Jair Bolsonaro.

O programa recriou a famosa série mexicana com o título “vila militar do Chaves”, em que um capitão interagia com os personagens.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma clara alusão a Bolsonaro, Marcelo Adnet imitou o comportamento do político e ainda disse algumas de suas expressões que causaram polêmica.

Leia mais: Última temporada do Tá no Ar: a TV na TV estreia com homenagem ao Big Brother Brasil

Bolsonaro na vila militar do Chaves

O episódio começa com Chaves anunciando que o Capitão, o novo proprietário da vila, está chegando.

Seu Madruga, interpretado por Marcius Melhem, fica preocupado, enquanto o Capitão diz que vai dar um jeito no local após anos de má administração.

“Melhor já ir pagando os 14 meses de aluguel”, diz o personagem a Seu Madruga, que inventa uma desculpa e acaba sendo preso.

Leia mais: Marcelo Adnet revela como foi a decisão de acabar com o Tá No Ar; confira

Além disso, o Capitão chama vários personagens de vagabundos, inclusive o Professor Girafales.

“Professor? Va-ga-bun-do!”, diz o Capitão, prendendo o professor também.

Ao final, ele demite toda a plateia, mas acaba voltando atrás. Por fim, ele pergunta onde está o motorista que o filho o emprestou.

Do mesmo modo, outro fato que divertiu o público foi a música de abertura da vila militar do Chaves, com o slogan: “Se não gostar também mando te prender”.

No Twitter, o quadro bombou e levou os internautas à loucura. Confira algumas reações:

https://twitter.com/ramon2p/status/1085355067186786304

Veja nossa crítica em vídeo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais