SporTV não renova contrato com ESPN e exibirá Wimbledon de forma exclusiva

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos quatro principais torneios de tênis do circuito mundial, e o único disputado na grama, o torneio de Wimbledon, realizado na Inglaterra, vai ser exclusivo do SporTV a partir desta edição de 2018.

Conforme apurou o Observatório da Televisão, a ESPN não conseguiu renovar o acordo celebrado em 2015 com o canal esportivo da Globosat, e que terminou no ano passado – o contrato era de três anos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Casagrande opina no SporTV sobre gritos homofóbicos na Copa: “Não suporto”

Todavia, a opção foi do próprio SporTV, já que havia o interesse da ESPN de renovação. Com isso, o torneio terá exibição a partir do dia 2 de julho, no SporTV 3, em paralelo a exibição da Copa do Mundo na emissora.

Entretanto, a ESPN vai manter o expediente que faz quando não tem um direito de Grand Slam: exibição do programa Pelas Quadras durante o torneio, em horário nobre, em seu segundo canal, apresentado por Fernando Nardini e Fernando Meligeni.

Com conta disso, a ESPN mantém os direitos de apenas dois Grand Slams: o Australian Open e o US Open. O recém findado Roland Garros é de posse do Band Sports, enquanto o SporTV mantém o US Open e o único grand slam realizado em grama.

Decisão do SporTV prejudica um dos principais concorrentes

Todavia, é bom lembrar que a ESPN não vive a melhor das fases se tratando de direitos. O canal decidiu não tentar ter novamente os direitos da UEFA Champions League e não entrou na disputa pela licitação da Libertadores da América.

Contudo, nem tudo são trevas. Durante a cobertura da Copa do Mundo da Rússia, a qual o canal não tem os direitos de transmissão, o Linha de Passe, exibido das 22h às 0h, tem conseguido atingir a liderança de audiência no universo da TV paga.

Veja também

Torcedor colombiano e japonês animado interrompem link do SporTV

Eduardo Moscovis condena homofobia e machismo: “Viva o que você quer ser”

Com isso, a emissora tem dado muita dor de cabeça para o canal campeão, que é líder entre os esportivos, com o seu principal programa de debates – que até o fim do Mundial, está sendo exibido diariamente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio