Sob Pressão estreia destacando obstáculos dos médicos na greve dos caminhoneiros

Publicado há 2 anos
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A terceira temporada de Sob Pressão estreia no dia 02 de maio, na tela da Globo, cheia de novidades. Com novos cenários e personagens, a série também traz uma atualidade dos temas que atingem a saúde pública brasileira.

As cenas do primeiro
capítulo mostrarão a situação da saúde no Rio de Janeiro e os obstáculos dos
médicos diante da greve dos caminhoneiros e a crise do abastecimento. Em um
evento realizado na última quarta-feira (17), nos Estúdios Globo, a equipe de
produção e o elenco da série falaram sobre a nova fase da série.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa é uma temporada muito dinâmica e atual. Ao longo desses três anos,
desenvolvemos ferramentas para fazer uma temporada contundente sobre a saúde no
Brasil, tentando dar novas perspectivas, sem maniqueísmos. É um projeto que foi
conceituado para discutir e pensar a questão da saúde pública junto do
entretenimento, pois é preciso sempre lembrar que a saúde, assim como a
educação, é prioridade
”, pontuou Lucas
Paraizo
, autor de Sob Pressão.

As questões do país são tratadas na série desde a primeira temporada.
Falando de saúde pública, falamos do país como um todo, do micro ao macro
”,
complementou Andrucha Waddington,
diretor artístico.

Interpretando a médica Carolina, Marjorie Estiano falou sobre os temas sociais trabalhados na série. “Essa série me fez ressignificar a minha profissão. É um trabalho muito importante para mim. O que nutria a gente era a motivação do que estávamos falando e o propósito do projeto. É daí que vem a energia de todo mundo. Tocamos em temas que são reincidentes na nossa sociedade, problemas que se repetem e não são solucionados, por isso é sempre tão atual”, disse a atriz.

Popularidade de Sob Pressão

Sob Pressão conquistou o público
logo na primeira temporada. Essa popularidade é resultado de um trabalho
minucioso e extremamente afinado entre autores e direção, que, nesta temporada,
ganhou reforços.

Quando não estava na
pele do doutor Evandro, Julio Andrade
esteve por trás das câmeras. “Julinho
nasceu para isso. Como ator, ele é totalmente intuitivo. Como diretor, é
estudioso, anota tudo no caderninho
”, brincou Andrucha.

Dirigir sempre foi um desejo meu. Tenho essa coisa de ser ‘metido’ no
set, de opinar. Foi uma experiência maravilhosa, mas de muita pressão também. O
Andrucha é extremamente generoso, atento a tudo que está acontecendo, e me apoiou
demais
”, contou o ator.

O evento contou ainda com a presença de Jorge Furtado, que assinou a redação-final da série na primeira
temporada e supervisionou o texto na segunda. “Essa série é um trabalho muito coletivo e de utilidade pública, pois
mostra para a população onde a crise e os problemas terminam. O resultado das
três temporadas é incrível e me dá muito orgulho de ter feito parte”,
afirmou
Furtado.

Marcio Maranhão, médico consultor da série e autor do livro Sob Pressão – A rotina de guerra de um médico brasileiro, também esteve presente e destacou a importância do projeto. “Acho que ‘Sob Pressão’ cumpre a função de entreter, mas também contribui muito para esse panorama de perceber como a saúde pública é um pilar fundamental e estruturante na nossa sociedade”, opinou o médico.  

Ficha técnica

Com direção artística
de Andrucha Waddington e direção de Mini Kerti, Rebeca Diniz, Pedro Waddington
e Julio Andrade, ‘Sob Pressão’ é uma coprodução da Globo com a Conspiração
Filmes. A terceira temporada é escrita por Lucas Paraizo com Marcio Alemão,
André Sirângelo, Claudia Jouvin, Flavio Araújo e Pedro Riguetti. A série
estreia dia 02 de maio e vai ao ar às quintas-feiras, logo após O Sétimo Guardião.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio