“Só vou me preocupar em março de 2020″, diz Celso Portiolli sobre a chegada de Sabrina Sato aos domingos

Publicado há 7 meses
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há dez anos no comando do Domingo Legal, Celso Portiolli segue tranquilo em relação aos investimentos que a Record vem realizando no horário. Sai Geraldo Luís e entra Sabrina Sato. Sem dúvida, sua experiência com programas ao vivo e com plateia são um dos diferenciais do comunicador, que está na emissora de Silvio Santos há quase 30 anos.

Ao Observatório da Televisão, Celso garante que só vai pensar na concorrência em março de 2020. Até o fim deste ano segue ao vivo no Domingo Legal com destaque para os quadros Passa ou Repassa, Comprar é Bom, Levar é Melhor e Xaveco. Ainda assim, há matérias de gaveta que foram produzidas neste ano e serão exibidas na nova temporada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao ser questionado sobre Sabrina Sato na guerra pela audiência, Portiolli, que ganha com frequência de Geraldo, diz que a disputa é apenas na TV: “Sempre teve concorrência. Muita coisa já passou na Record, muita alteração no SBT. A mídia gosta de fazer um contra o outro. É adversário de televisão, amizade é amizade. A Sabrina é muito verdadeira, uma pessoa muito querida por mim e pela minha família”.

Só em 2020 Celso Portiolli se preocupará com a concorrência da Record TV

Como de praxe no SBT, as principais atrações entram em férias com a exibição dos melhores momentos do ano. De maneira que é no retorno, março, quando Sabrina Sato já estará no ar, que o comunicador vai analisar possíveis alterações em seu programa: “Só vou me preocupar com televisão em março de 2020. Até lá estou sem fazer nada. Sigo até o último domingo de dezembro ao vivo com programas inéditos”. A saber, Sabrina deve estrear nos domingos da Record TV no fim de janeiro.

Enquanto muitos canais apostam em celebridades para alavancarem a audiência, Celso segue na contramão levando famosos das redes sociais para participarem do game que embala gerações, o Passa ou Repassa: “A gente pode levar quem a gente quiser. Tá funcionando. Fomos o primeiro a trazer os youtubers, é um fenômeno. Não precisa trazer um famosíssimo, primeiro escalão, para bombar a audiência”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais