Silvio Santos é acusado por MPF de mostrar crianças “de forma erotizada” e o órgão pede o pagamento de multa milionária

O quadro Miss Infantil causou polêmica

Publicado há um mês
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (25), Ministério Público Federal (MPF) ingressou com Ação Civil Pública contra o SBT e o Silvio Santos por causa do Miss Infantil, quadro do Programa Silvio Santos que foi realizado no ano passado.

O MPF alega que o formato exibia as crianças “de forma erotizada, em roupas de banho e com perguntas e comentários de teor sexual do apresentador”. O órgão pede uma indenização de R$ 1 milhão, que deve ser pago pelo comunicador, o canal e a União.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O montante deve ser revertido para o Fundo Nacional para a Criança e Adolescente (FNCA). Também existe o pedido de direito de resposta, que seria e exibição de um programa educativo sobre o risco da sexualização precoce.

É pedido que o material tenha o mesmo tempo de duração que teve o quadro que foi ao ar e que gerou a polêmica. Ainda de acordo com o MPF, se o SBT não cumprir a ordem, terá que pagar uma multa diária de R$ 100 mil. A assessoria do canal disse ao Observatório da TV desconhecer a ação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais