Sérgio Mallandro sobre saída do SBT: “Passei algumas necessidades”

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Programa Gugu desta quarta-feira (14), Sérgio Mallandro abre sua casa de sete andares no Rio de Janeiro para o apresentador Gugu Liberato. Em uma entrevista divertida e inusitada, Mallandro revela uma antiga bronca que tomou do patrão Silvio Santos e se emociona com uma homenagem feita pelo trapalhão Dedé Santana. Além disso, os dois brincam de encontrar objetos e revivem, após 15 anos, o famoso quadro “Mão no Bicho”. Ainda no clima de descontração, os dois vestem quimono, e o humorista ensina alguns golpes de judô ao apresentador.

Mallandro também lembrou uma passagem difícil de sua vida, quando ficou longe da televisão nos anos 1990: “Eu sai do ar em 96/97, foi aquela crise que teve no SBT e todos os programas acabaram… Quando eu fiquei fora do ar eu comecei a vender minhas coisas e realmente eu passei algumas necessidades financeiras”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao falar de Silvio Santos, Mallandro conta um episódio famoso que aconteceu no antigo “Show de Calouros” em que chegou a jogar ovos em todo o mundo, inclusive no patrão, que foi quem o lançou. “Comecei a jogar ovo, e ele (Silvio Santos) começou a gritar: ‘Para Sergio’. E foi aquela loucura, parou o programa. Neste momento, Silvio chamou todos para o camarim, inclusive o diretor do programa. Falei: ‘Vou arrebentar, o ibope deve ter sido alto’. Quando eu entrei, o Silvio disse: ‘Você tem algum problema na cabeça? Você nasceu de três meses? Minha plateia tá toda amarela, o Pedro de Lara parece omelete, o Lombardi um pinto, eu vou viajar para os Estados Unidos e você só entra aqui (novamente) com um eletro da cabeça’”.

Entre as várias histórias, o humorista também lembrou de uma “treta” que teve com o ex-jogador argentino Maradona durante um Carnaval. “Pelé tava, tavam todos os jogadores, e o Maradona com aquele jeitinho dele doidão, folgado, né, pegando no braço de uma mulher na marra… Aí eu olhei e falei: ‘Maradona tá doidão, olha lá, tá agarrando a mulher’…E eu: ‘Pica a mula’. E ele: ‘Quem és tu?’. Eu falei: ‘Eu sou o príncipe da Xuxa’”.

A Gugu, Sérgio Mallandro ainda fala de suas passagens pelo SBT e Globo, abre o jogo sobre um momento financeiro difícil de sua vida e conta como foi criado o famoso quadro “Porta dos Desesperados”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio