Sem novelas, RedeTV! perde direitos da série Donas de Casa Desesperadas

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem qualquer pé na teledramaturgia, a RedeTV! agora se vê sem sua única e grande experiência no segmento. Trata-se da série Donas de Casa Desesperadas, versão brasileira de Desperate Housewives do canal americano ABC. A série foi uma co-produção entre a RedeTV! e Disney com a produtora argentina, Pol-ka.

Embora a emissora de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho nunca tivesse cogitado uma reapresentação da série, a partir de agora caso isso venha a ser discutido, a RedeTV! terá que readquirir os direitos dela negociando com as duas empresas, isso porque os direitos foram expirados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elenco da versão brasileira de Desperate Housewive do canal ABC (Reprodução: RedeTV!)

Na época, a Disney montou um hub (produção simultânea) na Argentina, onde a série foi produzida para quatro países diferentes, entre eles o Brasil, usando a mesma estrutura, estúdio, crew (equipe téctina), etc. A série não funcionou. Entre os vários fatores elencados por uma fonte do Observatório da TV envolvida diretamente na produção, está a falta de histórico da emissora em ficção. “Não era um produto esperado pelo público”, contou.

“Naquela época séries não costumavam ser populares como hoje. Normalmente uma emissora tem que investir pesado em dramaturgia com várias séries e novelas — uma série sozinha não faz verão”, frisou o profissional.

Sônia Braga interpretou Alice Monteiro em Donas de Casa Desesperadas na RedeTV! (Reprodução: RedeTV!)

“O brasileiro consumia muita novela. O maior problema de todos foi adaptar o roteiro para o Brasil. A adaptação foi feita pela Disney – e ficou tudo muito artificial porque a realidade das nossas donas de casa são bem diferentes daquelas. As casas no estilo americano também não tinha nada a ver com a nossa realidade. E o pior, o elenco principal era brasileiro, mas o secundário era argentino. Ou seja, parte dos diálogos tinham que ser dublados.”

A RedeTV! chegou a comprar novelas colombianas no início dos anos 2000. Entre os êxitos estão Betty, a Feia (2001), Gata Selvagem (2003), Paixões Ardentes (2004) e Pedro, o Escamoso (2003).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais