Segundo Sol: Zefa senta a mão na cara de Severo e ele a humilha

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, Zefa (Claudia Di Moura) já está farta de Severo (Odilon Wagner). Para piorar, ela descobriu que ele armou com Laureta (Adriana Esteves) para Roberval (Fabrício Boliveira) ser preso. Com isso, ela vai ficar muito irritada e partirá para cima ao perceber o sadismo do patriarca dos Athayde. Ele, no entanto, não se intimidará e a humilhará. Confira.

“Mas é muita cara de pau mesmo….”, falará Zefa. “O que foi, Zefa?”, perguntará Severo. “O que é que você tava fazendo com aquela cafetina, Severo?”. “Ah! Tá me seguindo, Zefa? Agora isso?”. A empregada, então, avançará nele, pegará a mochila que ele carrega e despejará o dinheiro no chão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Severo diz a Zefa que não armou para Roberval ser preso, em Segundo Sol, na Globo

“O que é que tá acontecendo aqui?”, perguntará Edgar. “Que dinheiro é esse?”, questionará Karen. “Foi por esse dinheiro que você vendeu nosso filho praquela cafetina? Hein? Foi por esse dinheiro sujo?”, questionará Zefa. “Me dá isso aqui!”, responderá ele.

Zefa se irrita

Antes que ele possa pegar a mochila de volta, Zefa dará um tapa na cara dele. Todos ficarão muito surpresos, inclusive, Severo. “Você me deu um tapa… você me bateu, Zefa?”, perguntará. “Bati! E vou bater de novo! Uma pessoa que faz o que você faz merece apanhar! Você armou pra prenderem Roberval, seu próprio filho!”, responderá.

“Esse mundo virou de cabeça pra baixo, uma empregada batendo no patrão!”, falará Severo. “Zefa não é sua empregada, meu pai! Ela é a mãe dos seus filhos!”, rebaterá Edgar. “Empregada! Empregadinha, sim! Quando eu conheci, andava descalça, tinha a barriga cheia de verme! Era uma morta de fome! Eu que dei o primeiro par de sapato pra ela! Eu tirei você da miséria, eu te dei tudo! Uma casa, filhos, tudo!”, humilhará Severo.

“Filhos que você queria que eu tirasse!”, revelará. “Isso é verdade, meu pai?”, perguntará Edgar. “Não escute o que essa maluca”, dirá Severo. “É isso mesmo, Edgar! Eu não sou maluca! Severo queria que eu abortasse você e Roberval! Você não ia estar aqui se dependesse da vontade dele!”, insistirá Zefa.

“E eu tava certo! Teria sido melhor! Pra quê esses filhos imprestáveis? Um bandido e um encostado que ainda me deu uma neta que é uma psicopata!”, falará Severo, chocando todos. “Não fale assim! Não fale assim! Eu trabalhei a vida inteira nessa casa pra você, cuidando de sua família, não reclamando de nada, dando conta de tudo de sol a sol, sem folga, sem férias, só pensando no que seria melhor pra todo mundo!”, rebaterá Zefa.

Severo segue humilhando Zefa

“Eu nunca lhe pedi nada disso!”, falará o patriarca. “Eu sei! E pra mim, isso tudo foi bom! Foi a vida que eu escolhi! Eu só não admito uma coisa: você ter traído Roberval depois de tudo que ele já sofreu! Onde já se viu, um pai corrupto que manda um filho injustamente pra cadeia!?”, falará a mão de Roberval.

“Se eu entreguei Roberval agora, foi porque ele me entregou antes! Vocês esquecem que ele me botou atrás das grades?”, questionará. “Mas foi ele quem lhe tirou da cadeia também, pagou sua fiança, quando ninguém mais queria lhe ajudar! É por isso aqui que você vendeu a cabeça do seu filho praquela cafetina? Foi por esse bando de papel? Eu só não rasgo essa porcaria porque Rochelle precisa de dinheiro pra pagar o tratamento dela no hospital!”.

“Ah, Zefa! Você devia estar radiante com Roberval até agora humilhando todo mundo, não é? Por cima da carne seca! Mas agora acabou! Acabou! Você e Roberval vão voltar a ser o que vocês sempre foram: servidumbra!”, afirmará Severo. “Fora daqui! Fora! Vai embora dessa casa! Fora!”, falará Zefa, estapeando Severo. “Eu não vou, essa casa é minha, sempre foi!”, desafiará ele.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio