Segundo Sol: Valentim rejeita Beto Falcão como pai sem saber a verdade: “Acomodado, mentiroso”

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Segundo Sol, o músico Beto Falcão (Emílio Dantas) vai acabar se acomodando com a sua vida de rei. Assumindo o nome de Miguel, ele vai querer tudo do bom e do melhor. Mas quem não vai gostar disso é o seu filho Valentim (Danilo Mesquita).

Em cenas previstas para irem ao ar na próxima semana, Miguel – ou melhor, Beto – vai ligar para Karola (Deborah Secco) e dizer que quer comprar uma nova lancha, já que está apaixonado por uma. A vilã se surpreende com o pedido do mocinho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Segundo Sol: Manuela descobre que Ícaro virou garoto de programa

“Comprar lancha nova a essa altura do campeonato? Sei não… Essas são épocas de vacas magras…”, questiona Karola. Mas Beto não quer nem saber: “Deixa de ser canguinha, minha linda! Vai entrar mais dinheiro com essa homenagem que vai ser feita ao Beto Falcão. Vamos fechar contrato de publicidade novo e tudo, você vai ver!”.

“Tomara que Nosso Senhor lá no céu escute suas palavras! Volte logo pra casa!”, pede ela. O problema é que Beto volta, e Valentim se revolta com o que ouviu no telefone: ele entende que Miguel é um “encosto” na vida de todos.

“É isso que você ficou fazendo dia todo, Miguel? Pescando?”, pergunta Valentim. “Fiquei sim, qual o problema? Até bem pouco tempo você adorava ir pro mar comigo pescar. Tô te estranhando!”, questiona Beto. É nesse momento que o filho começa a detonar.

“Tô vendo se eu estudo música, leio, aprendo alguma coisa ao invés de passar a vida bicando copo de cerveja e pescando… Ouvi você falando no telefone da compra de uma lancha de não sei quanto pés… você acha isso legal? Um desempregado, se exibindo com lancha?”, questiona o garoto.

“O dinheiro não é roubado, é nosso”, brada Beto, começando uma discussão. “É de meu pai! De Beto Falcão!”, grita Valentim. “Quê isso?! Isso é jeito de falar comigo! Perdeste o respeito, rapaz!”, responde Beto.

“Foi mal se te ofendi, mas é verdade, não é? Eu gosto de você, Miguel. Você sabe disso. Mas não sou cego. Cê vive à toa, pescando, se divertindo, comendo e bebendo do bom e do melhor, só esperando uma mesadinha todo o final do mês da própria mulher, que também não faz nada, só vive dos direitos autorais de meu pai….”, diz Valentim. “Respeite seu pai!!”, grita Beto. “Meu pai é Beto Falcão!”, diz de novo Valentim.

Beto diz que foi ele quem criou o filho, e pai é quem cria. Valentim não cessa as ofensas: “Tá, eu reconheço tudo isso, você foi um pai pra mim. Mas você não é meu pai, não é meu sangue. Eu quero ser bem diferente de você, nunca vou ser um acomodado na vida! Meu pai construiu um nome, deixou um legado, uma marca no mundo!”.

“E se eu te dissesse que seu pai não era isso tudo que você pensa?”, questiona Beto. “Eu ia te desprezar ainda mais, além de aproveitador ia ser um mentiroso!”, responde rispidamente Valentim.

Beto pede para Valentim sair dali, porque ele tem medo de fazer uma besteira: “Vou sair daqui antes que eu faça uma besteira! Ainda vai se arrepender do que me disse, filho”. “Não sou seu filho! Sou filho de Beto Falcão!”, finaliza gritando Valentim.

Veja também

Roberta Rodrigues analisa sua personagem ciumenta em Segundo Sol

SBT se manifesta sobre possível interesse por Evaristo Costa

Segundo Sol vai ao ar diariamente, depois do Jornal Nacional.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio