Segundo Sol: Rochelle descobre que possui doença muito grave

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, Rochelle (Giovanna Lancellotti) foi parar no hospital e descobriu uma doença grave. A notícia pegará a família Athayde de surpresa e fará com que a vilã tema por sua própria vida. Ela dirá, claramente, que está com medo, depois de saber que terá que se submeter a exames. Confira.

“Mas o que é que você está sentindo exatamente?”, questionará Karen à filha. “Não tou mais sentindo minhas mãos e meus pés, e tou tão fraca que não consigo nem segurar um celular!”, responderá Rochelle. “Fizeram vários exames com você hoje, calma, a cabeça da gente prega peças quando a gente tá cansada e nervosa como você deve estar”, falará Manuela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Laureta se desespera ao ver Karola desmascarada, em Segundo Sol, na Globo

“Ah, que bom que estão todos aqui, precisamos conversar”, falará o médico. “Descobriu o que é que tá acontecendo com Rochelle, doutor?”, perguntará Edgar. “Bem… os exames de imagem que realizamos descartaram por completo qualquer complicação proveniente das suturas, ou desse acidente que ela sofreu”.

Manuela explica o que está acontecendo

“Então, será que dá pra dizer o que é que eu tenho?”, perguntará a patricinha. “Fiz alguns testes de reflexo em Rochelle e fiquei bastante preocupado com o que percebi. Eu já solicitei exames que irão confirmar ou não as minhas suspeitas, amanhã mesmo um colega especializado virá realizar uma eletroneuromiografia e uma punção lombar em Rochelle”.

“Eletro o quê?!”, perguntará Karen. “Eletroneuromiografia é um exame que mede a função dos nervos e dos músculos”, explicará Manuela. “Por favor, doutor, seja claro e direto, e fale em linguagem que a gente possa entender, o que Rochelle tem?!”, dirá Edgar. “Eu acredito que seja Síndrome de Guillian-Barré. Essa síndrome pode ser deflagrada por uma infecção viral ou bacteriana, como essa gripe recente que ela teve, ou uma dor de garganta… é difícil saber a causa exata…”.

“E é sério isso?”, questionará Karen. “É uma doença autoimune, é como se seu próprio corpo quisesse lhe destruir, no caso de Rochelle tá atacando os nervos periféricos motores, os nervos que saem da medula e vão até os músculos, impedindo que consiga se mexer…”, explicará Manuela. “Manu está corretíssima, é isso mesmo. Se descoberta logo nos primeiros sintomas o tratamento é bastante promissor”, falará o médico.

Rochelle fica assustada

“Então, tem cura? Não é grave, é?”, perguntará Karen. “Temos que ver como tudo vai se desenvolver…”. “Como assim? O que pode acontecer com minha filha, doutor?”, indagará Edgar. “Rochelle é jovem, acredito que vá ter uma boa resposta ao tratamento, com regressão dos sintomas. Mas é preciso ter paciência. E Rochelle vai precisar contar com o apoio e o carinho de todos vocês”.

“Eu não quero morrer!”, reagirá Rochelle. “Você não vai morrer, minha filha”, garantirá Edgar. “A gente não vai arredar pé daqui, não é, Edgar, Manu?”, dirá Karen. “Claro! Vamos confiar no doutor Cícero, ele sabe o que tá fazendo, Rochelle”, falará a filha de Luzia. “Eu tô com medo, gente!”, concluirá Rochelle.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio