Segundo Sol: Mesmo com Remy vivo, Luzia é condenada e vai parar na cadeia

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Segundo Sol, Luzia (Giovanna Antonelli) será julgada pela morte de Remy (Vladimir Brichta), mesmo alegando ter visto o irmão de Beto Falcão (Emílio Dantas) na rua.

Leia: Últimos capítulos de Segundo Sol: Karola e Remy se unem contra Laureta

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Hoje, neste tribunal, vamos confirmar que a ré, senhora Luzia Batista, matou a facadas o senhor Remy Falcão, tendo sido flagrada pelo irmão da vítima, Beto Falcão, e em seguida fugiu do local do crime. Vou inclusive demonstrar que Luzia foi equivocadamente inocentada no segundo julgamento pela morte de seu ex-marido, senhor Edilei dos Santos (Paulo Borges)”, dirá o promotor.

Saiba mais: Segundo Sol: Rosa tenta armar emboscada para Laureta, mas acaba presa em cativeiro

A saber, ao prestar o seu depoimento, o cantor de axé garantirá que o irmão está vivo. “Luzia não esfaqueou, não matou Remy. E eu sou irmão de Remy, o senhor acha que eu não ia querer a punição de quem tivesse matado meu irmão? A farsa está do outro lado, promotor, daqueles que querem prejudicar Luzia, inclusive Karola (Deborah Secco), sim, as mesmas pessoas que perseguem ela desde o outro crime, quando compraram uma testemunha falsa. Luzia não pode ser presa, é uma injustiça, ela não matou ninguém, Remy está vivo”, falará o músico.

Provas

Contudo, o promotor resolverá então mostrar as provas contra a DJ. “Nós temos a arma do crime, temos o corpo, o laudo da necropsia, o registro da cremação, temos o depoimento, nos autos do processo, do próprio Beto Falcão de que encontrou a ré no quarto da pensão Relax, com a faca na mão, ao lado do corpo esfaqueado da vítima, de Remy, e o relato de Beto de que a ré fugiu sob seus olhos! O que mais precisamos pra condenar Luzia Batista? Esta mulher é uma assassina, uma ameaça à sociedade, vamos liberar ela pra que ela volte a matar, pra que faça sua terceira vítima?”, dirá surpreendentemente o profissional.

Condenada

Entretanto, depois de um tempo de recesso, a juíza revelará a sentença. “A ré Luzia Batista, acusada do assassinato do Remy Falcão, foi considerada, por este tribunal, culpada. Feitas as devidas considerações e reiterando que o Tribunal do Júri reconheceu a ré Luzia Batista culpada, declaro, por sentença, a pena de reclusão por homicídio doloso fixada em seis anos devendo ser cumprida no presídio”, anunciará. “Isso é muito injusto, eu sou inocente, eu não matei ninguém”, gritará Luzia, desesperada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio