Segundo Sol: Karola fica enojada ao morar numa casa pobre

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Orientada por Laureta, Karola tenta provar para Beto que consegue viver sem luxo

Em Segundo Sol, Karola (Deborah Secco) está disposta a provar que consegue viver longe do luxo, mas ficará surtada por morar em uma casa pobre. A esposa de Beto (Emilio Dantas), na tentativa de impressioná-lo, devolveu a chave da cobertura onde mora. Para ajudá-la, Laureta (Adriana Esteves) pediu a Katiandrea (Camilla Lucciola) um favor: deixar a dondoca passar um tempo na casa de sua mãe.

O lugar para onde a ex-prostituta irá, uma casa simples de Periperi, região periférica de Salvador, a deixará impressionada negativamente. “Katiandrea, parece que vocês cozinharam uma ratazana! Eu só estou conseguindo respirar pela boca, que cheiro é esse? Não me diga que é essa comida!”, pergunta a loira assim que chega.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Joelma termina relacionamento com empresário e fala sobre o ex-namorado

“É o córrego, dia de calor é um inferno”, responde Dona Candinha, mãe de Katiandrea.” A garota de programa de Laureta deixa a perua ainda mais enojada ao dizer: “Daqui a pouco você acostuma! Pior são os mosquitos… Se morder no pé ou na perna, é dengue, tome cuidado…”. Com calor, Karola implorará por um ar condicionado e descobrirá que a família não possui.

A situação então piora quando a mãe de Valentim (Danilo Mesquita) abre a janela e se depara com um vizinho ouvindo uma música bem alta: “E essa música? É isso o dia inteiro?”. Dona Candinha brinca que a vizinhança é animada. “A senhora quer dizer infernal, é isso? Meu Deus, como é que pobre vive assim? É calor, é o fedor, é música martelando…”, finaliza ela dizendo a Katiandrea que mesmo com todos os contras, precisa ficar no local.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio