Segundo Sol: Galdino ajuda Luzia e dispara: “Lau Lau está no papo”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, Galdino (Narcival Rubens) se bandeou para o lado de Luzia (Giovanna Antonelli). O capanga de Laureta (Adriana Esteves), agora, ajuda a protagonista no plano de destruir a cafetina. Nos próximos capítulos, mais um passo será dado quando ele confirmar que ela está mesmo metida com drogas. Confira.

“Bom dia, Galdino. Aqui nosso combinado”, falará Luzia. “Olhe, eu vou aceitar, mas nem precisava, que tou traindo Laureta com gosto! Só espero estar ajudando o bastante!”, dirá Galdino. “Tá sim, Galdino, deu tudo certo, como a gente previa. Karola ficou com ódio de Laureta e veio ter com esse amigo que tá me ajudando, contou vários podres de Laureta… Karola disse que ela é a cabeça de uma organização de tráfico de drogas, o que você sabe sobre isso?”, questionará.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Beto fica emocionado ao ler carta de Luzia, em Segundo Sol, na Globo

“Karola disse isso, foi? Eu sempre desconfiei, mas nunca tive certeza não”. “Disse que o braço direito de Laureta nisso é um tal de Juarez, você conhece?”, perguntará. “Esse Juarez volta e meia aparece na casa de Lau, ontem mesmo teve lá. Tem alguma coisa rolando entre eles nesse momento… Mas curioso… você disse que ela é a cabeça dessa organização?”.

Galdino demonstra confiança

“Foi o que Karola contou pra meu amigo”. “Lau é macaca velha, bem coisa dela inverter isso na minha frente… pra disfarçar… porque sempre pareceu que Juarez era o traficante chefe… era tudo teatrinho pra disfarçar… eu nunca podia imaginar que fosse ela a manda-chuva deles!”.

“Fique de olho, Galdino, se Laureta tiver guardando droga na casa dela, me avise que a gente arma um flagrante! Ou se Juarez voltar, me avise”. “Pode deixar”, garantirá o campanga. “Ela tem um cofre escondido no fundo de uma estante”. “Tem sim, eu sei disso”. “E sabe a senha?”. “É a data do aniversário da mãe dela, uma vez ela me disse e a gente riu da coincidência, minha santa mãezinha nasceu no mesmo dia que a mãe dela”. “É bingo, Galdino!”. “Lau Lau tá no papo”, concluirá o capanga.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio