Segundo Sol: Edgar paga empréstimo que pediu a Roberval

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, Edgar (Caco Ciocler) está mesmo se sentindo na melhor fase de sua vida. O arquiteto acredita que tem um bom emprego e as coisas com sua família começam a se ajeitar. Agora, que Manuela (Luisa Arraes) está melhor e recuperou o dinheiro pago no resgate de seu sequestro, ele já sabe o que fará. O playboy devolverá a parte de Roberval (Fabrício Boliveira), acertando, portanto, a dívida que tinha com seu maior inimigo. Confira.

“Rober… Seu Roberval mandou avisar que já está descendo…”, falará Karen. “Seu Roberval, é? Quem diria, né, Karen? Quem poderia imaginar que estaríamos os dois aqui hoje, nessa situação…”, comentará Edgar. “Edgar? Que surpresa! A que devo a honra da visita?”, perguntará Roberval. “Bom, com licença”, dirá Karen. “Não, Karen. Fica! O assunto que tenho com Roberval pode ser falado em sua frente”, pedirá o arquiteto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Karola se encontra com Luzia e diz que tem proposta, em Segundo Sol, na Globo

“Pare de tanto mistério, Edgar… Fale logo, o que você quer?”, pedirá Roberval. “Eu vim aqui lhe devolver um empréstimo. “Estão aqui… os seus 500 mil reais. Em espécie. Pode conferir! Agora a família Athayde não deve mais nada a você. Estou devolvendo cada centavo. Pode conferir”, falará mostrando uma maleta.

Edgar relembra de promissórias

“Imagina, confio em sua honestidade, Edgar”, rebaterá Edgar. “Eu quero que você rasgue aquela nota promissória que eu assinei. Na minha frente”, pedirá o playboy. “Que isso, Edgar? Você está duvidando de mim, é? Patinho, é seu amigo Pelanca aqui! Esqueceu da nossa amizade dos velhos tempos?”, perguntará o empresário.

“Não tenho mais amizade nenhuma com você faz muitos anos”, pontuará. “Edgar, eu jamais cobraria essa dívida de você”. “Duvido. Você queria era dar corda pra eu me enforcar”. “Você me julga mal”, ironizará. “Bom, me dê licença! Tenha um bom dia”, falará Edgar. “Bom dia, Edgar”, concluirá.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio