Segundo Sol: Clóvis começa a desconfiar do segredo de Dodô

Publicado há 3 anos
Por Neuber Fischer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, todo mundo já sabe que Dodô (José de Abreu) teve um filho com Gorete (Thalita Carauta). Menos a pobre dona Naná (Arlete Sales) e o bobão do Clóvis (Luis Lobianco).

Dodô está fazendo de tudo para acobertar sua pulada de cerca, que gerou o menino Badu (Davi Queiroz), mas a pressão é grande para ele revelar o segredo e acabar de vez com a chantagem de Remy (Vladimir Brichta).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Segundo Sol: Remy diz a Ionan que Badu é filho de Dodô

Ionan (Armando Babaioff) insiste para o pai revelar tudo. “Conte logo a verdade pra mainha!”. “Tá doido, Ionan? Não posso! Não vou contar nem morto!”, afirma Dodô. “O senhor prefere ficar nas mãos de Remy? Ser refém da chantagem dele?”, questiona Ionam que está contrariado por ter que a pedido do pai não denunciar Remy por tráfico de drogas.

“Pois conte a verdade, o senhor é um homem honrado ou não? Assuma seu erro e assim Remy vai pagar pelo crime que tá cometendo! Eu tô justamente investigando esse esquema de tráfico, como é que eu fico? Finjo que não sei de nada?”, incentiva Ionam.

Mas Dodô não tem coragem e pede que o filho continue guardando o segredo. “Finja, Ionan, pelo amor de Deus! Se Remy me entrega eu tô lascado, acabou minha vida, eu amo sua mãe, ela não vai me perdoar pela traição, por ter tido um filho com outra mulher… ainda mais agora, que conhece Gorete… Que Gorete tá com Clóvis… imagine o furdunço que vai ser!”.

Nesse momento Clóvis entra e quase ouve a conversa do pai e do irmão em Segundo Sol

“Quem não vai saber nunca de quê, painho?”, pergunta ele. Nervoso, Dodô inventa uma desculpa: “Iemanjá! Iemanjá nunca vai saber… o quanto sou grato por… por tudo!”

Mas Clóvis não cai na conversa do pai e fica curioso para saber se tem algo por trás desse mistério todo. “Oxi, o que deu nele? De quê que vocês tavam falando, Ionan?”, questiona o rapaz.  Ionam responde: “De nada, Clóvis, nada importante.”

“Não é de hoje que sempre que eu apareço é um disfarcê arretado, alguma tão me escondendo… é sempre uma resposta que não responde, uma conversa que desconversa, um assunto que desassunta… sou burro não, Ionan, tô só reparando”, avisa Clóvis, muito desconfiado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio