“Se está tendencioso tá errado. Não assiste aquilo, muda de canal”, afirma Eduardo Griilo, ex-Globo News

Publicado há 4 anos
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Longe da TV desde dezembro de 2015, o ex-âncora da Globo News, Eduardo Grillo, revelou em entrevista ao ex-colega de emissora e amigo Sdney Rezende curiosidades sobre sua carreira e oportunidades de trabalho fora do Grupo Globo.

Grillo revelou que recebeu um convite da Rede TV!, mas que declinou por conta da mudança de cidade e também porque gostaria de descansar um pouco depois de 20 anos de jornalismo diário: “Recebi um convite da Rede TV!, o Franz Vacek, diretor de jornalismo, foi simpaticíssimo comigo. Tinha acabado de comprar um apartamento…”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eduardo revelou que durante um tempo chegou a acompanhar os bastidores de algumas novelas da Globo para aprender como se faz a edição e o roteiro. Ele ganhou o aval do diretor de núcleo Ricardo Waddington. Ele conciliou esse “estágio” com o trabalho na Globo News: “Acompanhei uma novela e meia, mas por conta de um evento, 11 de setembro ou Guerra no Iraque, tive que abrir mão disso”, revelou o jornalista.

Já sobre a cobertura feita pela grande mídia em relação ao momento político do Brasil, Griilo ressaltou: “A imprensa tem que ser isenta. Se está tendencioso tá errado. Não assiste aquilo, muda de canal. Ou no máximo você pode ir num site ou outro num canal ou outro que é tendencioso mas OK tô ouvindo esse lado, agora vou ouvir o outro. O certo é que seja isento”, analisa.

Griilo revelou ao portal SRZD que ajudou a fundar uma ONG em São Paulo voltada para atletas com deficiência.

O encontro entre os amigos foi compartilhado em uma rede social:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais