SBT padroniza telejornais locais e causa correria em emissoras pelo Brasil; saiba mais

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (29), o SBT decidiu padronizar toda o pacote visual e trilhas sonoras de seus telejornais locais pelo Brasil. O pedido foi feito pelo departamento de programação da emissora de Silvio Santos, que está num processo de unificação de suas filiais que se iniciou no início do ano. O pedido, no entanto, gerou correria nas emissoras locais.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, as novas vinhetas e pacote gráfico apareceram nas filiais de Belém, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Jaú, Rio Grande do Sul e Brasília. A intenção é que o telespectador não se confunda e veja que todos os jornais são do SBT, assim como está ocorrendo com as identidades das emissoras filiais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde o início do ano, o SBT deixou de usar a nomenclatura estadual. Ou seja, o SBT Rio de Janeiro é apenas SBT. Segundo a emissora, isso aconteceu por conta de pesquisas realizadas com uma consultoria, que indicou que a regionalização não seria um caminho interessante para a emissora de Silvio Santos.

No entanto, a padronização pedida de última hora causou correria nas filiais. No Rio de Janeiro e em Porto Alegre, editores tiveram que trabalhar dobrado para substituir GCs (gerador de caracteres) e matérias editadas do fim de semana que estavam com as vinhetas novas.

Vinheta padronizada do SBT Rio (Reprodução/SBT Rio)

Além disso, a falta de personalização de vinhetas, que não mostram os estados e sim a tela do globo terrestre, foi alvo de críticas. O tom noturno para jornais do meio-dia também foi considerado um erro. Diretores locais das emissoras de Silvio Santos, no entanto, não puderam fazer muita coisa.

Silvio Santos não se meteu no fato no SBT desta vez

Por conta da correria, muita gente nas filiais achou que a ordem da padronização veio de Silvio Santos. Não foi o caso. Desta vez, a orientação foi apenas da programação, que segue o projeto realizado pela emissora desde o início do ano.

Procurada pela reportagem do Observatório da Televisão, a assessoria de comunicação do SBT confirmou que Silvio não interferiu na questão que a ordem partiu da programação da emissora, que segue no projeto de padronização nacional do SBT.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio