SBT lamenta morte de Edson Montenegro, o Padre Lutero de Cúmplices de um Resgate

Ator também atuou em Os Ricos também Choram

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em nota enviada à imprensa, o SBT lamentou a morte do ator Edson Montenegro neste domingo (21). Ele estava internado no Hospital Paulistano, no bairro Bela Vista, na cidade de São Paulo, devido complicações causadas pela covid-19. 

A emissora de Silvio Santos destacou a atuação do artista na novela infantil Cúmplices de um Resgate (2015) como o Padre Lutero, assim como em Os Ricos também Choram (2005) como Aldeny. “O SBT presta solidariedade aos amigos e deseja que Deus conforte sua família”, pontuou o canal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Edson Montenegro tinha 63 anos. Segundo seu filho, Leonardo Tavares, ele foi internado duas semanas depois de ser contaminado pelo coronavírus, o que fez com que 55% dos pulmões ficassem comprometidos. Na quarta-feira (17), na UTI, o ator precisou ser entubado.

A morte foi confirmada pela filha do artista, Juliana Tavares, através de publicação no Instagram. “Meu pai descansou. Em nome de toda família, obrigada por toda corrente do bem em oração e toda energia positiva que emanaram”, escreveu ela.

Confira a nota de pesar do SBT na íntegra:

O SBT lamenta profundamente a morte do ator Edson Montenegro. Na emissora, Edson atuou nas novelas “Os Ricos também Choram”, em 2005, como Aldeny; e em 2016, como Padre Lutero, em Cúmplices de um Resgate. O ator, de 63 anos, estava internado em São Paulo e morreu em decorrência de complicações da Covid-19. O SBT presta solidariedade aos amigos e deseja que Deus conforte sua família.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio