SBT foi impedido de produzir remake de Cuna de Lobos

Autor não autorizou o remake brasileiro da história

Publicado há 7 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No início dos anos 2000, quando o SBT firmou contrato com a rede mexicana Televisa para a produção de remakes de folhetins originários de lá, existiu o interesse de Silvio Santos em produzir uma versão do clássico Cuna de Lobos (1987).

A trama original foi transmitida com o título de Ambição no horário nobre do SBT, em 1991, com 81 capítulos. O impedimento deu-se pelos autores da novela, que não autorizaram a versão brasileira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A informação foi confirmada pelo ex-diretor de novelas do canal Henrique Zambelli, responsável por sucessos como Marisol (2002), Jamais te Esquecerei (2003), Esmeralda (2004), Cristal (2005) e outras. Em seu lugar veio o remake de Canavial de Paixões, que na época estava entre os títulos autorizados pela Televisa.

A série

Cuna de Lobos em formato de série de 25 episódios foi produzida pela Televisa em 2019 e estreada no mesmo ano. A produção teve a espanhola Paz Vega no papel da grande vila Catalina Creel, personagem que imortalizou María Rubio (1934-2018).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais