Saudade do verão? Relembre 10 novelas que tinham as praias como principal cenário

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As novelas brasileiras sempre foram palco para as mais diversas histórias, mas nem só o charme dos atores e os enredos de seus personagens trazem beleza ao que vemos na tela. Os cenários e paisagens naturais são responsáveis por criar a atmosfera pretendida nas novelas e enchem os olhos dos telespectadores, sobretudo quando são filmadas em praias. Listamos algumas das principais novelas que tinham as praias como parte da trama.

Leia também: Na reta final, Os Dias Eram Assim se arrasta

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Herson Capri e Marcio Garcia em Tropicaliente (Divulgação/ TV Globo)

Tropicaliente

A novela exibida em 1993, conquistou os telespectadores ao mostrar todo o encanto do litoral cearense. Em seu enredo principal, Silvia Pfeifer era Letícia, jovem que saiu da casa do pai, um rico empresário, aos 17 anos para morar com seu grande amor, o pescador Ramiro (Herson Capri) numa aldeia de pescadores na beira da praia. Após o rapaz passar 3 meses em alto mar, ela acreditou que tivesse sido abandonada por ele e decidiu concluir seus estudos no exterior, retornando anos mais tarde para assumir a empresa da família, que trabalhava diretamente com a venda dos pescados da comunidade da qual Ramiro era líder.

Grazi Massafera e Henri Castelli em Flor do Caribe (Divulgação/ TV Globo)

Flor do Caribe

Com cenas gravadas em praias do Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte, Flor do Caribe se passava entre belas paisagens na fictícia cidade de Vila dos Ventos. É neste local paradisíaco onde explode o amor entre Ester (Grazi Massafera) e Cassiano (Henri Castelli). O sentimento cultivado na adolescência passa a ser colocado à prova quando Alberto (Igor Rickli), melhor amigo de Cassiano volta ao Brasil, e ressentido por ter sido rejeitado por Ester no passado, passa a atrapalhar o casal.

Bruno Gagliasso e Giovanna Antonelli em Sol Nascente (Divulgação/ TV Globo)

Sol Nascente

A trama das 18h se passava na fictícia cidade Arraial do Sol Nascente, um local paradisíaco e cercado por belas praias. Gravada em Ilha Grande e Búzios, no Rio de Janeiro, a novela contou a história do amor entre Alice (Giovanna Antonelli) e Mário (Bruno Gagliasso), cada um deles pertencente a uma família de origem internacional. Ela, filha de criação de japoneses, e ele descendente de italianos.

Carolina Dieckmann, Giovanna Antonelli e Cláudia Abreu em Três Irmãs (Divulgação/ TV Globo)

Três Irmãs

Ambientada na fictícia Balneário de Caramirin, Três Irmãs teve uma trama em que o foco principal era a preservação da natureza local. As personagens centrais, Alma (Giovanna Antonelli), Dora (Cláudia Abreu) e Suzana (Carolina Dieckmann), descendentes de um dos fundadores da cidade lutavam ao lado de líderes comunitários contra Violeta (Vera Holtz), empresária que tinha como objetivo construir um complexo hoteleiro na Praia Azul, principal ponto de encontro dos surfistas da região.

Lavinia (Maria Fernanda Cândido) em Como Uma Onda (Divulgação/ TV Globo)

Como Uma Onda

A novela escrita por Walther Negrão e exibida em 2004, se passava numa aldeia de pescadores em Florianópolis, contrastando com a parte da cidade que fica no continente, onde vivem Nina (Alinne Moraes), a protagonista da história e filha de um grande empresário, seu noivo, Jorge Junqueira, o JJ (Henri Castelli) braço direito do sogro nos negócios, e Daniel (Ricardo Pereira), o português que entrou de forma clandestina no Brasil após uma armadilha em Portugal, e foi empregado como mordomo na casa de Nina. Lavínia (Maria Fernanda Cândido) passou a dominar a história por se tornar líder da cooperativa de pescadores após o desaparecimento de seu marido Amarante (Kadu Moliterno), e lutar contra JJ, que pretendia construir um resort na aldeia. 

Felipe Camargo e Giovanna Antonelli em Corpo Dourado (Divulgação/ TV Globo)

Corpo Dourado

A história de Corpo Dourado se dividia entre duas cidades, a rural Marimbá, onde vivia a jovem vaqueira Selena (Cristiane Oliveira), protagonista da trama, e a aldeia de pescadores na fictícia Praia dos Amores. Selena acaba se apaixonando pelo delegado Chico (Humberto Martins), e atrapalhada, lida com outros personagens em seu caminho como o misterioso fotógrafo Billy (Fábio Jr.).

Marcos Pasquim em Kubanacan (Divulgação/ TV Globo)

Kubanacan

Novela ambientada nos anos 1950 na fictícia ilha caribenha Kubanacan, considerada a república das bananas, um dos principais pratos do local, que sofre com problemas políticos recorrentes. A trama, uma sátira política a países da América Latina, mostrava ditadores, e golpes militares, e passou a ter como foco a chegada de Esteban (Marcos Pasquim) na colônia de pescadores de Santiago, onde morava Marisol (Danielle Winits), casada com Enrico (Vladimir Brichta). Santiago foi construída cenograficamente na Restinga da Marambaia, no Rio de Janeiro.

Caio Blat, Reynaldo Gianecchini, Rosi Campos, Cauã Reymond, Leonardo Brício e Pedro Neschling em Da Cor do Pecado (Divulgação/ TV Globo)

Da Cor do Pecado

A novela que em seu início mostrou as belas praias do Maranhão, e contava a história de Paco (Reynaldo Gianecchini) e Preta (Taís Araújo), passou a exibir também a Restinga de Marambaia, onde moravam os lutadores da família Sardinha, assim como os surfistas Sal (Thiago Martins) e Moa (Alinne Moraes).

Camila Pitanga em Porto dos Milagres (Divulgação/ TV Globo)

Porto dos Milagres

A trama política escrita por Aguinaldo Silva, adaptada das obras de Jorge Amado, se passava na fictícia cidade do recôncavo baiano Porto dos Milagres. Em seu enredo principal estava a luta do pescador Guma (Marcos Palmeira), líder dos habitantes da classe econômica inferior, contra os desmandos do prefeito da cidade, Félix (Antonio Fagundes). Para retratar a parte baixa da cidade, próximo ao cais do porto, onde os personagens moravam, foi construída uma cidade cenográfica em Comandatuba, na Bahia.

Marcos Frota em Mulheres de Areia (Divulgação/ TV Globo)

Mulheres de Areia

Exibida em 1993, a novela mostrou a relação entre as gêmeas Ruth (Gloria Pires) e Raquel (Gloria Pires), na fictícia cidade de Pontal D’Areia, litoral fluminense. Ruth, a gêmea boa, era prejudicada pela irmã que armava um plano para se casar com Marcos (Guilherme Fontes) grande amor de Ruth, somente para herdar a fortuna do rapaz.  As cenas externas na praia eram gravadas em Angra dos Reis, e em Tarituba, destacando-se alguns personagens como Tonho da Lua (Marcos Frota), que sempre aparecia rodeado pelas esculturas de areia que construía no local

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais