VALE A PENA

Santana de Mulheres Apaixonadas, Vera Holtz recorda importância social da personagem sobre o alcoolismo: “A trajetória dela serviu de estudos”

Atriz também falou do carinho com todos os seus papéis na televisão

Publicado em 02/08/2023

A atriz Vera Holtz, de 69 anos, recordou a importância social de sua personagem Santana, na novela Mulheres Apaixonadas (2003), que emocionou o público na história de Manoel Carlos ao abordar o seu vício no alcoolismo. Em entrevista no programa Encontro em 2021, a veterana falou do seu carinho com todos os seus papéis na dramaturgia e enfatizou a grande repercussão de Santana ao mostrar toda a sua dificuldade em se livrar do álcool.

“Todas as personagens pulsam dentro de mim, há um pouco de mim em cada uma delas e tenho o mesmo sentimento que senti na época em que as interpretei”, declarou a artista, que relatou que não tem nenhuma preferência por drama ou comédia.

Já sobre o papel como Santana em Mulheres Apaixonadas, a atriz relatou a importância social de Manoel Carlos ao retratar o alcoolismo em sua obra e enfatizou que a personagem serviu de objeto de estudo para alertar o público sobre os vícios.

“Eu fiz laboratório nos Alcóolicos Anônimos (AA) e me emocionei muito com as histórias que ouvi. Santana era sozinha, sua vida era a casa e o trabalho na escola, tinha poucos amigos e preenchia o vazio com a bebida. Ela queria fugir da realidade. A personagem teve uma importância social tão grande que a trajetória dela serviu de estudos”, afirmou a artista.

Santana (Vera Holtz) em Mulheres Apaixonadas
Santana (Vera Holtz) em Mulheres Apaixonadas