Sandra Annenberg se empolga com a taça da Copa e diverte a web

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta segunda-feira (2) do Jornal Hoje, que foi exibida logo após o Brasil vencer o México por 2×0 na Copa do Mundo da Rússia, Sandra Annenberg apareceu no estúdio montado pela TV Globo no país estrangeiro ao lado da taça do torneio mundial.

Leia: Na Rússia, Sandra Annenberg e Alex Escobar se emocionam por causa dos filhos

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu preciso apresentar uma visita especialíssima que está no estúdio do Jornal Hoje. Nada mais, nada menos que a taça da Copa do Mundo. Essa é a original, a única, a verdadeira. Não podemos tocá-la, chegar perto, mas podemos admirá-la… Chegar bem pertinho… E, claro, desejá-la muito…”, disse a jornalista.

Saiba mais: Sandra Annenberg comenta no Jornal Hoje vídeo polêmico feito por brasileiros na Copa

Depois, Cleber Machado conversou com a profissional sobre o objeto. “Posso falar um pouco sobre essa taça?”, questionou o narrador. “Pode, mas não pode tocar. Ela vai ficar com a gente aqui no Jornal Hoje inteiro”, brincou Annenberg, que chamou atenção dos internautas por causa da empolgação.

Veja:

Sandra Annenberg causa polêmica com comentário sobre a Rússia

A saber , no último dia 15, Annenberg noticiou no JH sobre um ativista que foi preso na Rússia por estar se manifestando contra as leis anti-gays e a jornalista aproveitou para surpreendentemente fazer outras observações sobre o país.

“Aliás, não é só durante a Copa que não pode se manifestar por aqui. Os protestos aqui no entorno do Kremlin são proibidos por uma lei federal”, destacou a famosa. “Não podemos esquecer que neste país a imprensa não é livre e os direitos humanos são constantemente desrespeitados”, disparou a profissional.

“Não se permite demonstrações públicas de afeto entre homossexuais. Lembro também que ontem o principal rival de Putin foi liberado depois de ficar detido por um mês porque organizou protestos contra o presidente, que foi reeleito pela quarta vez, está no poder há dezoito anos e ainda vai ficar até 2024”, concluiu a jornalista.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio