Sabrina Petraglia esquenta debate sobre racismo, no Encontro; assista

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Sabrina Petraglia participou, nesta segunda-feira (9), do Encontro com Fátima Bernardes e se envolveu em uma polêmica. A artista participava de um debate sobre racismo no Brasil quando decidiu opinar e afirmou, em rede nacional, que os brancos não sabem que são privilegiados.

“Eu acho que nós, brancos, temos uma dívida imensa com vocês. Uma dívida que não sei se um dia vamos conseguir pagar. E acho que a gente tem que se ver, tem que se entender… Porque quem tem esse privilégio, não sabe… Quem é privilegiado não sabe que é privilegiado. E a gente tem que lutar por vocês. Porque a gente… Tem que contaminar nossa cor… Dessa igualdade. A gente tem que lutar com vocês Eu quero participar disso. Eu não sei o que é”, argumentou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Prefeito do Rio, Marcelo Crivella detona a Globo ao vivo no SBT

O posicionamento da atriz não foi bem aceito pelos outros convidados da atração matinal de Fátima Bernardes. O geógrafo Moacir Duarte rebateu o comentário dela: “Eu já não sei se sou tão branco assim, minha família é toda misturada”.

Debate polêmico com a fala da Sabrina Petraglia

Na sequência, ele deu uma sugestão para o convidado togolês, estudante de medicina, Fleury Johnson, que deu um depoimento emocionante sobre racismo que sofreu no Brasil. “Acho que você ia gostar muito de ler, para entender o brasileiro, a Tenda dos Milagres, do Jorge Amado, que mostra que toda família brasileira, na verdade… Que essa ideia do branco é uma ilusão”.

Petraglia tentou consertar: “Tenho sangue negro também”. Neste momento, a jornalista Maíra Azevedo entrou no debate. “Temos que ter cuidado porque… Biologicamente somos todos iguais, todos sabem disso. Mas sociologicamente somos tratados de forma diferente. Só um pouquinho que eu discordo de você. Só de um pedaço. Quem tem privilégio sabe que tem privilégio. Eu sei dos privilégios que eu tenho. Sou uma mulher negra, periférica, e estou sentada aqui. Esse é meu privilégio”.

Assista ao debate no programa

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio