Rubem Fonseca teve obras adaptadas para a TV; relembre

Além de 4 romances transformados em episódios e séries, autor criou argumento de novela das 6, em 2017

Publicado há 5 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Morreu nesta quarta-feira (15), no Rio de Janeiro, o escritor Rubem Fonseca. Vítima de um infarto, o também cronista completaria nas próximas semanas 95 anos.

Autor de romances, crônicas e contos, Rubem teve algumas de suas obras adaptadas para a TV ao longo de muitas décadas, além de criar, junto à filha, Bia Corrêa do Lago, o argumento da novela Tempo de Amar, baseado na história real de sua avó. Relembre:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mandrake

Marcos Palmeira como Mandrake (Foto: Divulgação/HBO)

Personagem antológico do escritor, o advogado Mandrake, mulherengo, cínico e imoral, além de profundo conhecedor do submundo carioca, foi levado para a TV duas vezes.

Protagonista do romance A Grande Arte (1983), no mesmo ano, Euclydes Marinho escreveu e Roberto Farias dirigiu o episódio do Caso Especial, exibido na Quarta Nobre da TV Globo.

O personagem, que deu nome ao título do especial, foi vivido por Nuno Leal Maia. No elenco, atuaram também Francisco Cuoco, Bruna Lombardi, Dina Sfat, entre outros.

Em 2005, Rubem Fonseca lançou Mandrake, a Bíblia e a Bengala e José Henrique Fonseca, filho do escritor, uniu as novas aventuras do personagem ao livro original e criou, na HBO, em parceria com a Conspiração Filmes, a série Mandrake.

Com duas temporadas, a trama ficou no ar até 2007 e teve Marcos Palmeira na pele do advogado. Nomes como Luís Carlos Miele, Maria Luísa Mendonça, Marcelo Serrado, Virgínia Cavendish, Malu Galli e Marcelo Adnet também integraram o elenco.

Agosto

José Mayer e Vera Fischer em Agosto (Divulgação/TV Globo)

Em 1993, Jorge Furtado e Giba Assis Brasil foram os responsáveis pela adaptação de Agosto, romance publicado por Rubem Fonseca em 1990.

Dirigida por Paulo José, a minissérie da TV Globo, que retratou, com licenças ficcionais, os acontecimentos que culminaram no suicídio do presidente Getúlio Vargas, contou com 16 episódios e foi lançada em DVD em 2004.

No elenco, contracenaram José Mayer, Vera Fischer, Letícia Sabatella, Lúcia Veríssimo e Elias Gleizer, entre outros, com participações especiais de Lima Duarte, José Wilker e Stênio Garcia.

Lúcia McCartney

Antonia Morais como Lúcia McCartney (Foto: Divulgação/GNT)

Publicado em 1969, o livro de contos Lúcia McCartney ganhou duas adaptações na TV. Em 1994, Geraldo Carneiro escreveu e Roberto Talma dirigiu um episódio homônimo no Caso Especial, exibido na Terça Nobre, na TV Globo.

Fernanda Torres foi a atriz que deu vida à prostituta de Rubem Fonseca e contracenou com atores como Taumaturgo Ferreira, Antônio Calloni e Guilherme Leme no especial da antologia da emissora.

Em 2016, José Henrique Fonseca levou para a GNT uma nova versão da história, em uma série de oito capítulos, com Antonia Morais na pele da garota de programa.

O elenco contou também com atuações de Eduardo Moscovis, Mariana Lima, Guilherme Weber, Dudu Azevedo e Alessandra Negrini.

Tempo de Amar

Maria Vitória (Vitória Strada) e Inácio (Bruno Cabrerizo)
em Tempo de Amar (Divulgação/TV Globo)

Em 2017, Rubem Fonseca criou, ao lado da filha, a roteirista Bia Corrêa do Lago, o argumento de Tempo de Amar, novela das 18h, de Alcides Nogueira, com direção de Jayme Monjardim.

A trama, que foi protagonizada por Victória Strada e Bruno Cabrerizo, tinha como eixo central a história real da avó do escritor, que saiu de Portugal – deixando a filha, mãe de Rubem, com os pais – para encontrar seu grande amor, que tinha vindo ao Brasil a trabalho e, depois de um tempo, parou de se corresponder com ela.

No folhetim, Letícia Sabatella, Tony Ramos, Andréa Horta, Regina Duarte e Jayme Matarazzo também integraram o elenco.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais