Roteirista do Zorra nega apoio da classe a Marcius Melhem: “Coagidos a abaixo assinado”

Redator se manifestou a respeito das denúncias de Dani Calabresa

Publicado há um mês
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Continuam os desdobramentos do caso Marcius Melhem entre artistas e profissionais da TV. Na última sexta-feira (4), o roteirista do Zorra, Vinícius Antunes, usou suas redes sociais para esclarecer o suposto apoio da equipe do humorístico ao ex-chefe quando as primeiras denúncias chegaram à mídia, em fevereiro deste ano.

Quero dizer o seguinte: nenhum roteirista apoia assédio. Muitos foram COAGIDOS a assinar abaixo assinado [em apoio ao então diretor de Humor]. Poucos peitaram e bateram de frente com chefe por medo de perderem emprego, por terem filhos, contas a pagar“, explicou Antunes, por meio do Twitter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele também negou que a foto divulgada por alguns veículos naquele então, como se fosse de um evento da equipe em apoio a Melhem, nada tinha a ver com o tema.

Outro dado importante é que nunca teve um evento em apoio a assediador. O que houve foi uma recepção a Diogo Vilela e Marisa Orth, que foi falsamente transformada nisso. Ou seja, o assediador e seus cúmplices trabalham com fake news”, assegurou.

Em um terceiro tweet, Antunes endossa que a humorista Dani Calabresa não era, definitivamente, a única a sofrer abusos da parte do chefe. “Vários roteiristas sendo cobrados injustamente como se também não fossem vítimas. Toda a equipe foi vítima de assédio moral“, declarou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio