Ronnie Von revela bastidores de demissão na TV Gazeta e ressalta falta de recursos: “Tudo foi declinando”

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na manhã deste domingo (04) a Record TV levou ao ar uma entrevista com o apresentador Ronnie Von, através do Domingo Show, entrevista feita por Geraldo Luís. Nela, o ex-contratado da TV Gazeta abriu o jogo sobre como recebeu a notícia de sua demissão, ocorrida inesperadamente e sem aviso prévio na sexta-feira (19) de julho, após 15 anos de casa. Durante a conversa, Ronnie Von afirma que o que mais desagradou foi a forma como tudo aconteceu, não o permitindo se despedir de seu público.

Após terminar a apresentação do Todo Seu, que havia mudado de horário dentro da nova programação da emissora, Ronnie conta que foi chamado na Superintendência da emissora. “Nunca a gente vai na Superintendência para receber uma noticia boa“, ressaltou ele. “Qual é a má notícia?“, perguntou o apresentador. “O Todo Seu acabou“, responderam. “Eu disse: ‘Ótimo, onde é que eu assino?’“, respondeu Ronnie.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E completou: “Teve lágrima, teve tudo. Mas eu não posso obrigar alguém que diz Que não tem recurso para bancar um contrato […] É a primeira coisa que acontece quando tem crise, quem trabalha com comunicação…sobra pra gente. A primeira coisa: cortam a propaganda, começa a cair a receita e o programa fica caro para a emissora. Me chamaram e disseram que não tinham mais recursos“, revelou.

Questionado por Geraldo Luís se o Todo Seu era um programa caro, Ronnie nega. “Não era um programa caro, as coisa foram aos pouco declinando na emissora. Era um programa de produção muito simples, cenário fixo, não tinha problema maior, o custo operacional era fixo também. Não tinha por onde, mandaram toda a produção embora. E foi da noite para o dia“.

Sobre como ele informou sua esposa, Dona Kika Von, de que havia sido demitido, Ronnie Von conta: “Eu cheguei e disse: ‘Kika, me chamaram na Superintendência. Estou despedido‘”, disse ele ao Geraldo Luís.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais