Rogério diz a Paula que a seduziu por vingança: “Te fiz pagar por ter me traído”

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Decidido a tirar Paula (Ana Brenda Contreras) de sua vida, Rogério (Jorge Salinas) tomará uma atitude definitiva nos próximos capítulos de A Que Não Podia Amar. O cadeirante garantirá à esposa que só a conquistou com o objetivo de se vingar por ela tê-lo traído com Gustavo (José Ron).

Tudo começa quando, em conversa com o marido, Paula tenta mais uma vez convencê-lo a desistir da separação. “Você já se esqueceu de tudo o que passamos para viver nosso amor? Temos tudo para ser felizes! Você foi capaz de conquistar meu coração. Não ponha a perder o que conseguimos”, suplica a enfermeira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela abraça o amado e tenta retirar-lhe o chicote que ele traz a tiracolo. Rogério hesita em entregar o objeto, mas Paula beija com carinho a mão do amado e vence sua resistência. “Me prometa que vai se esquecer desse chicote para sempre. Por favor”, pede a moça.

“Esse chicote está aqui para me lembrar que você deve ficar longe de mim”, responde o vilão redimido, tomando de volta o objeto. Em seguida, Rogério puxa para si o braço de Paula e indica o hematoma no braço dela, que ele próprio fez ao chicoteá-la acidentalmente. “Está vendo isso?”, questiona.

Coração partido

A irmã de Vanessa (Mar Contreras), no entanto, não se convence e segue insistindo para permanecer ao lado de Rogério. O cadeirante, então, decide mudar de tática. “O tempo todo eu quis te fazer sofrer. A verdade é que eu já consegui o que queria. Desde o dia em que te levei pra cama”, diz.

“Rogério, nesse dia, você fez de mim a mulher mais feliz do mundo!”, exclama Ana Paula, emocionada. “Sim, eu também fiquei feliz. Porque nesse dia consumei minha vingança! Minha vingança contra Gustavo e contra você! Finalmente te fiz pagar por ter me traído com ele, Paula”, dispara o pai de Marquinho (Juan Bernardo Flores).

A enfermeira mal pode acreditar no que está ouvindo. Mas Rogério segue mentindo. “Desde que soube que você enfiou seu amado Gustavo na fazenda, jurei que você ia me pagar. E assim foi”, assegura o fazendeiro. “Não acredito em nada do que está dizendo”, rebate ela.

“Eu só queria que, além de minha esposa, você se entregasse a mim por vontade própria. E também consegui! Mas agora já não tem valor nenhum que você siga ao meu lado. Por isso quero que você suma daqui para sempre!”, conclui Rogério, enquanto Paula chora de decepção.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais