Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
polêmicas

Roger Moreira faz duras críticas a José de Abreu e condena posição política de Wagner Moura

Músico também discordou de atitudes de Samantha Schmütz

Publicado em 20/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Roger Moreira, vocalista do Ultraje a Rigor e que compõe o elenco do The Noite, no SBT, participou do quadro Para Quem Você Tira o Chapéu do Programa Raul Gil deste sábado (20). Polêmico e conhecido por apoiar o governo de Jair Bolsonaro, o músico criticou José de Abreu e ainda ressaltou pontos de discordância com Wagner Moura.

Ele não teve papas na língua para falar o que acha de José de Abreu, que está no ar na novela das nove, Um Lugar ao Sol. “Ele é um dos maiores canalhas do Brasil. Não é nem um bom ator [na minha opinião]. Por fazer parte de uma turminha lacradora, ele acha que pode cuspir em mulher, até cuspiu na cara de uma moça em um restaurante. Ele acha que está certo e o resto, errado”, disse Roger.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Não poupou Samantha Schmütz e Wagner Moura

Em outra oportunidade, ele comentou atitudes de Samantha Schmütz com colegas de profissão por razões políticas. “Eu gostava do Juninho Play, mas ela quis forçar outros artistas a assumirem a mesma postura dela. A pessoa não queria dar opinião, mas Samantha exigia que ela se posicionasse e para o lado dela. Fez um escarcéu. Não concordo com essa postura de patrulhar os outros“, afirmou o cantor.

Wagner Moura não foi poupado por Roger Moreira, que discordou das posições políticas do ator, que acaba de se lançar também como diretor. Segundo o líder do ‘Ultraje’, Moura criou embates com o presidente da República por conta dos empasses para financiar o filme que dirigiu sobre a vida de Carlos Marighella, conhecido líder da resistência armada à Ditadura Militar (1964-1985).

Não tenho nada contra a pessoa, mas contra as atitudes. Ele como Capitão Nascimento foi excelente, ao contrário dele achando que o governo tem que dar dinheiro para ele fazer filme, militância. Eu nunca pedi dinheiro para o Estado. Outro dia, falou que Bolsonaro é um terrorista, sendo que ele mesmo fez um filme sobre um terrorista”, declarou Roger.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....