Roberto Cabrini vira assunto na web com opinião polêmica sobre o coronavírus; assista

O apresentador questiona sobre os organizadores do Carnaval deste ano

Publicado há 9 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última segunda-feira (20), Roberto Cabrini apresentou ao vivo no SBT o Conexão Repórter e mais uma vez o assunto do programa foi o coronavírus. Contudo, uma opinião dada pelo jornalista durante o formato viralizou nas redes sociais.

“Vamos bater um papo sério. Nesse hospital que você acabou de ver [Hospital Municipal Antônio Giglio, em Osasco (SP)], que é público, existem muitos leitos e UTI à disposição. Em outros particulares, a gente checou, a situação é a mesma”, declarou o apresentador.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Aliás, se a gente considerar a evolução da doença nesses 32 dias de pandemia no país, o Brasil apresenta o segundo maior caso de sucesso de controle de coronavírus até aqui, atrás apenas da Coréia do Sul”, afirmou o comunicador.

“É possível que daqui um ano, mais do que sobre pandemia, estejamos falando sobre o alarmante número de contratos sem licitação assinados em caráter de emergência para compra de equipamentos médicos, de produtos de proteção superfaturados. Tudo isso, é claro, tirando proveito do clima criado até esse momento, o clima de pandemia”, destacou.

“O número de pacientes recuperados da COVID-19 no Brasil, não sei se você sabe, é seis vezes maior do que o número de vítimas fatais. Outra coisa: quando as pessoas que organizaram o Carnaval no Brasil este ano, vão pedir desculpas à população pela aglomeração que causaram? Pois é”, concluiu Cabrini. Na web, a fala do jornalista causou polêmica.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio