Tristeza

Repórter Walace Lara não segura a emoção e vai às lágrimas em cobertura da tragédia no litoral norte de São Paulo

O jornalista chorou ao relatar a situação das pessoas no local e sua indignação com a ganância de alguns nesse momento tão triste

Publicado em 21/02/2023

Com a catástrofe ocorrida no litoral de São Paulo, devido às fortes chuvas, entre sábado e domingo de Carnaval, a Globo voltou seus esforços e tem dado destaque à cobertura completa da tragédia desde segunda (20).

Os programas da parte da manhã da grade da emissora, Encontro e Mais Você, deixaram de ser exibidos para São Paulo, Vale do Paraíba e Litoral e equipes de repórteres foram deslocadas para as regiões mais afetadas.

Na manhã desta terça-feira (21), durante uma entrada ao vivo na edição especial do Bom Dia São Paulo, comandado por Sabina Simonato, o repórter Walace Lara não conseguiu segurar a emoção diante de tamanha tristeza que viu.

Walace fez uma entrada da frente do hospital de Caraguatatuba e relatou as cenas que viu pela região e a luta das pessoas que ficaram sem nada e que tiveram suas casas destruídas, além da perda de pessoas queridas. Até agora já foram mais de 40 vítimas fatais na tragédia.

Repórter Walace Lara se emociona durante cobertura de tragédia no litoral de SP
Repórter Walace Lara se emociona durante cobertura de tragédia no litoral de SP

Ao relatar que existem pessoas vendendo um litro de água por até R$93 reais, o repórter mostrou toda sua indignação e não conteve às lágrimas numa mistura de tristeza e decepção com o ser humano.

“A gente fica pensando que nessas horas que a gente vê muitos gestos de solidariedade, mas também de muita ganância, né? E como dizem as pessoas nas ruas… Deus está vendo! Cobrar R$93 por um litro de água?”, indignou-se Walace, já sem conter o choro.

“É um situação muito difícil para a gente ver, acompanhar… As cidades não têm estrutura, então é tudo muito difícil, muito complicado mesmo. E desculpa, mas é difícil ouvir um depoimento como a gente ouviu agora e não se emocionar. Cobrar R$93 um litro de água, na situação que nós estamos aqui? É inacreditável”, voltou a desabafar o repórter às lágrimas.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade