Repórter do SBT relata agressão de manifestantes contra a imprensa: “Covardemente agredidos”

Publicado em 29/04/2017

O repórter Daniel Adjuto relatou na tarde de sexta-feira (28) as agressões que uma equipe do SBT sofreu durante a greve geral, convocada por sindicalistas contrários às reformas trabalhista e previdenciária, na Explanada dos Ministérios.

“Só a repórter Fernanda Muylaert e a equipe dela foram covardemente cercados e agredidos. Fernanda teve arranhões, mas todos estão bem”, escreveu o jornalista em sua conta no Twitter.

Ele continuou a narrativa sobre as agressões: “A equipe registrava o protesto quando foram cercados e agredidos por manifestantes. Tentaram derrubar a câmera, chutaram e empurraram os 3 [Fernanda, o cinegrafista Neri Gonçalves e o auxiliar Danilo]”, continuou.

Daniel afirmou ainda que as pessoas responsáveis pela agressão eram ligadas à CUT (Central Única dos Trabalhadores).

No Rio de Janeiro, o humorista Marcelo Madureira também foi empurrado por manifestantes enquanto cobria o protesto próximo à Assembleia Legislativa (Alerj).

Assuntos relacionados: