Repórter do Brasil Urgente é convidado a ir para a delegacia e revolta Joel Datena ao vivo

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Todas as emissoras de televisão voltaram sua atenção para a cidade de Brumadinho, Minas Gerais na última semana. A tragédia provocada pela Vale na região, já foi considerada pelas a maior da história, levando em conta o número de mortos que não para de crescer. No Brasil Urgente deste sábado (02), um fato curioso ocorreu envolvendo a cobertura.

Lucas Martins, um dos repórteres da Band, foi convidado pela Polícia Civil de Minas Gerais, a se retirar da área de risco, e ir juntamente com seu cinegrafista até o helicóptero da polícia. Num primeiro momento, Joel Datena, que apresentava a atração entendeu a situação: “Os policias civis se preocuparam com a nossa equipe, talvez em um local inapropriado, e a gente tem que seguir é claro, as recomendações que são repassadas por esses profissionais que estão empenhados nas buscas”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Chris Evans pode dirigir séries da Marvel no Disney+, afirma rumor

Porém, com a demora de sua equipe no helicóptero da polícia, o apresentoador começou a demonstrar certo desconforto com a situação: “Nós estamos trabalhando, assim como todas essas equipes estão. Não dá para admitir isso de jeito nenhum. Estamos levando os fatos para o Brasil inteiro junto com nossos colegas de profissão, e espero que não tenha acontecido nada de pior. Só faltava essa, ser preso agora no meio de uma tragédia, onde mais de 300 pessoas morreram. Só faltava isso”, bradou ele indignado.

Joel Datena apelou para outras emissoras

E continuou: “Se ele estava numa área de risco, é só pedir pra sair, e tudo bem. Mesmo porque não tinha nenhuma placa lá dizendo ‘área de risco’, assim como não tinha sirene para gritar e fazer o povo fugir da área. Agora vem querer segurar nosso repórter e nosso cinegrafista? Aí não. Não vem querer aparecer não. […] Eu quero falar com o Lucas Martins que continua ali retido”.

Em outro link ao vivo, foi explicado a um tenente do exército que o repórter estava fora da área de risco, e o profissional pediu que o rapaz fosse conduzido até a delegacia. No estúdio, ao vivo, Joel Datena questionou: “Levar nossa equipe para delegacia? Cadê o governador de Minas Gerais? Vai deixar levar a equipe do Brasil Urgente, da Band para a delegacia? Vamos aceitar essa pouca vergonha? Cadê a imprensa unida agora? Vamos lá Globo, SBT, Record, ou vocês vão aceitar isso aqui? Ele estava em um local que não tinha identificação nenhuma, logo não tinha como deduzir que ali era área de risco. Não podemos permitir isso de jeito nenhum. Espero que essa atitude seja demovida”, continuou o apresentador visivelmente revoltado com a situação.

Veja o vídeo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio