Repórter de afiliada da Globo é agredido em Minas Gerais

Robson Panzena teve a agressão filmada pela colega Thaís Fulin

Publicado há 5 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O repórter cinematográfico Robson Panzera foi agredido na tarde desta quarta-feira (20), na cidade de Barbacena (MG), enquanto realizava filmagens para uma matéria produzida pela TV Integração, afiliada local da Rede Globo, sobre o surto de coronavírus entre militares.

Segundo informações do jornalista Daniel Castro, Robson rodava alguns takes externos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar quando o empresário Leonardo Rivelli partiu para a agressão contra o cinegrafista e seu equipamento. Ele chutou a câmera e bateu em Panzera com o tripé.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A repórter Thaís Fulin, que acompanhava Robson nos trabalhos, filmou o momento em que seu colega foi agredido. Após o episódio, o cinegrafista foi levado para o Hospital Regional de Barbacena, onde se constatou que ele sofreu uma lesão no dedo e um corte na mão. O agressor, por sua vez, foi encaminhado a uma delegacia a fim de prestar esclarecimentos.

O agressor passou de carro xingando e filmando o cinegrafista. Até estamos acostumados com os xingamentos, infelizmente. Mas em seguida ele desceu do carro e começou a briga. Ele bateu com o tripé no dedo do cinegrafista, chutou a câmera no chão, e foi embora, antes da chegada da polícia. Depois, passou de carro novamente pelo local e o indicamos para os policiais. Ele foi detido e tentou justificar as agressões, dizendo: ‘Agredi mesmo’“, detalhou Thaís.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais