Relembre a história de Êta Mundo Bom!, que está de volta no Vale a Pena Ver de Novo

Sucesso das 18h em 2016 tem texto de Walcyr Carrasco e direção de Jorge Fernando

Publicado há 9 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir desta segunda-feira (27), a TV Globo exibe em sua sessão Vale a Pena Ver de Novo Êta Mundo Bom!, de Walcyr Carrasco. Dirigida por Jorge Fernando, a novela foi a mais vista da faixa das 18h nos anos 2010, e teria reestreado à tarde em outubro, não fosse sua troca na ocasião por Avenida Brasil, que se despede na sexta-feira (1º).

O Observatório da TV relembra o enredo da novela, que chega com a responsabilidade de manter os altos índices de audiência da história de João Emanuel Carneiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elenco de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

Êta Mundo Bom! é ambientada na década de 1940. Na Fazenda Dom Pedro II, vive Quinzinho (Ary Fontoura) com a família. Ele é casado com Cunegudes (Elizabeth Savalla) e tem com ela três filhos: Filomena (Débora Nascimento), Mafalda (Camila Queiroz) e Quincas (Miguel Rômulo).

Também moram na fazenda Eponina (Rosi Campos), irmã solteirona de Quinzinho, e Manuela (Dhu Moraes), a empregada. Além de Zé dos Porcos (Anderson Di Rizzi), outro empregado, apaixonado por Mafalda, e de Candinho (Sérgio Guizé), nosso protagonista.

Quando recém-nascido, Candinho foi encontrado por Manuela num ceso, e cresceu na fazenda sob a proteção dela e de Eponina. Equiparado aos outros empregados na maior parte do tempo e bajulado quando preciso, Candinho se apaixonou por Filomena.

Um beijo do jovem casal provoca a expulsão de Candinho da fazenda por Cunegundes. Ele parte para São Paulo, onde pretende encontrar sua mãe biológica.

Ernesto (Eriberto Leão) e Filomena (Débora Nascimento) de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

Após a partida de Candinho, entristecida e pressionada pela mãe para que se case com um homem rico que livre a família das dificuldades financeiras que eles têm enfrentado, Filomena acaba por se envolver com o mau-caráter Ernesto (Eriberto Leão).

Ele a engana, mantém com a moça relações sexuais e acaba obrigando-a a trabalhar como dançarina e também a posar nua. Filomena vai trabalhar no dancing cuja dona é Paulina (Suely Franco).

Pirulito e Candinho, de Êta Mundo Bom! (Reprodução)

De sua parte, na busca pela mãe, que ele conhece apenas de uma foto dela jovem, na parte interna do medalhão com o qual fora encontrado quando bebê, Candinho tem dois grandes amigos. Um é o garoto Pirulito (JP Rufino), outro é o Professor Pancrácio, que ele reencontra em São Paulo.

Anastácia (Eliane Giardini) de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

A mãe de Candinho é Anastácia (Eliane Giardini/Nathália Dill). Como ainda não era casada, seu filho era uma vergonha inadmissível para o pai, o Barão de Goytacazes (Celso Frateschi).

No melhor estilo Dom Rafael de O Direito de Nascer, o barão manda seu capataz dar fim à criança. Uma mucama da casa do barão impede a desgraça.

Sandra (Flávia Alessandra) de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

Mais de 20 anos depois, Anastácia é viúva. Não teve outros filhos com o falecido marido, que a deixou muito rica. Essa riqueza é alvo da cobiça dos sobrinhos Sandra (Flávia Alessandra) e Celso (Rainer Cadete). Eles creem ser os herdeiros naturais e únicos da tia.

Mal sabem eles que Anastácia jamais esqueceu o filho que lhe fora tirado dos braços pouco depois de nascer. E o destino trata de reunir mãe e filho. Quando Candinho é descoberto, Sandra faz tudo para enganá-lo e seguir garantindo a fortuna para si. Finge estar apaixonada para casar-se.

Claro que Sandra e Ernesto, os dois vilões que usam de charme e sensualidade para atingir seus objetivos, acabam unidos a certa altura no objetivo comum de se dar bem. Ao mesmo tempo, Celso se redime e decide deixar de ajudar a irmã em suas trapaças.

Maria (Bianca Bin) e Celso (Rainer Cadete) de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

Tudo porque o rapaz acaba por se apaixonar pela sofrida Maria (Bianca Bin), empregada da casa da família. Filha de Severo (Tarcísio Filho) e Ana (Débora Olivieri), a moça acaba expulsa de casa quando o pai descobre que ela está grávida do namorado Leandro (Pedro Brandão).

Para piorar, Leandro morre num acidente, e Maria conta com a ajuda de um primo dele, Fábio (Rodrigo Andrade). Mas a moça se emprega na casa de Anastácia e passa por várias humilhações.

Sandra não comete maldades apenas com Candinho. Prova disso é o que ela chega a fazer com a modista Ema (Maria Zilda Bethlem), amiga de Anastácia.

Ema guarda um segredo: desquitou-se, o que para a época era escandaloso. Seu romance com o jovem médico Lauro (Marcelo Argenta) enfrenta problemas, especiamente com a mãe dele, Narcisa (Marilu Bueno). Mas Sandra revela a todos, no de seu casamento com Candinho, que Ema é desquitada. No final, Lauro e Ema se acertam.

Outro personagem de destaque no decorrer da novela é o advogado Dr. Araújo (Flávio Tolezani). Ele é casado com Hilde (Guilhermina Guinle), que detesta o enteado Cláudio (Xande Valois). O garoto vive preso a uma cadeira de rodas e sofre com os maus-tratos dela.

Ilde (Guilhermina Guinle) e Claudio (Xande Valois) de Eta Mundo Bom! (Divulgação – TV Globo)

Para tentar obter meios de curar o filho, Araújo se deixa enredar nas tramas de Sandra contra Anastácia, que confia muito nele. Depois de se envolver com Sandra e ajudá-la a tomar tudo de Anastácia, Araújo vê a amante com Ernesto e decide contar tudo à patroa, que termina por perdoá-lo.

Enquanto isso, na fazenda se desenrolam os romances de Mafalda, dividida entre Zé dos Porcos e Romeu (Klebber Toledo), um mau-caráter; e de Dita (Jennifer Nascimento), sobrnha de Manuela, com Quincas.

Mafalda aaba por escolher Zé dos Porcos e não aparece no casamento com Romeu. Este termina a história ao lado da bela Sarita (Juliane Araújo), aplicando golopes nos incautos.

Candinho e Filomena, depois de muitos problemas, conseguem enfim ser felizes juntos. O mesmo vale para Anastácia e Pancrácio, depois de intrigas e da resistência dela a aceitar os disfarces que ele usa para expedientes pela cidade. O casal maduro adota Pirulito como filho no final da história.

Com o final feliz para os personagens bons e o castigo para os maus, Êta Mundo Bom! reforça em seu desfecho que “Tudo que acontece de ruim na vida da gente é pra meiorá”, como o protagonista sempre afirma.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio