RedeTV! esbarra em direitos autorais para especial com “Donas de Casa” e “Betty, a Feia”

Emissora fez parceria com a Disney para a produção da série

Publicado há 9 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A RedeTV! estuda a possibilidade de fazer um especial de 20 anos com algumas de suas experiências na dramaturgia, como a série Donas de Casa Desesperadas (2007) e Betty, a Feia (2001). Em contato, a emissora informou que, uma vez que a ideia envolve direitos autorais, o jurídico da emissora está levantando a viabilidade para isso.

A versão brasileira de Desperate Housewives, originalmente produzida pelo canal americano ABC, foi uma co-produção entre a RedeTV! e Disney com a produtora argentina Pol-ka. Em 2019, o Observatório da TV apurou que os direitos de exibição da série expiraram há alguns anos. Isso explica a sua não reexibição.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A produção contou com Sônia Braga no papel de Alice Monteiro e também teve Lucélia Santos, Franciely Freduzeski, Tereza Seiblitz, Viétia Zangrandi e Isadora Ribeiro no protagonismo. Donas de Casa Desesperadas chegou a garantir o 3º lugar, ficando atrás da Globo e a Record TV, na época, com média de 5 pontos e pico de 6,4. Números aquém do esperado pela emissora.

Lucélia Santos interpretou Suzana Mayer em Donas de Casa Desesperadas na RedeTV! (Reprodução: RedeTV!)

Em outra fase da emissora, desta vez nos primórdios de sua existência, a RedeTV! chegou a apostar em tramas latinas, vindas da Colômbia. Foi nesta experiência que a rede de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho viu seus números saltarem para resultados extraordinários com direito a quase pico de liderança no horário nobre.

O êxito ocorreu com Betty, a Feia (2001), novela protagonizada por Ana María Orozco. A obra de Fernando Gaitán ganhou o mundo com dezenas de versões locais, incluindo o Brasil com Bela, a Feia, pela Record TV. Na RedeTV!, Betty bateu recordes atrás de recordes e abriu frente para outras apostas no seguimento. A partir dai vieram Gata Selvagem (2003), Pedro, o Escamoso (2003) e Paixões Ardentes (2004).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio