RedeTV! cita Tarcísio Meira e Glória Menezes para justificar gastos com bebidas caras, na crise

Enquanto isso, salário reduzido dos colaboradores é prolongado

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A RedeTV! foi surpreendida com a divulgação da informação que gastou quase R$ 10 mil em espumantes e vinhos europeus. Isso em meio à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, que a emissora usa como argumento para reduzir em até 35% os salários de seus colaboradores.

A notícia foi dada pelo colunista Ricardo Feltrin, do UOL, o que fez a emissora reagir duramente. O canal de Amilcare Dallevo e Marcelo Carvalho surpreendeu ao citar Tarcísio Meira e Glória Menezes para justificar o seu gasto com bebidas de luxo, enquanto o trabalhador contratado padece.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por exemplo, já que você é tão diligente em auditoria, quantas vezes esse pedido de vinhos equivaleria ao salário de Tarcísio e Glória, cortados recentemente?”, perguntou o canal ao colunista, em nota oficial. A rede faz alusão ao fato do casal de atores ter sido dispensado pela Globo.

Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho são os acionistas da RedeTV! (Divulgação: RedeTV!)

Antes, o canal já havia sido áspero. “Sua pergunta sobre 9.500 reais de vinhos é tão pequena que não mereceria resposta. Porém, dado o compromisso de publicá-la na íntegra, vamos lá. A RedeTV! mantém em sua central de produção dois restaurantes, uma lanchonete, além de food-trucks”, disse ao colunista, também no comunicado.

Confira a nota na íntegra

“Caro Feltrin. Sua pergunta sobre 9.500 reais de vinhos é tão pequena que não mereceria resposta. Porém, dado o compromisso de publicá-la na íntegra, vamos lá. A RedeTV! mantém em sua central de produção dois restaurantes, uma lanchonete, além de food-trucks.

No restaurante, que serve ao departamento comercial, são recebidos agências, clientes, entidades de mercado. De tempos em tempos compra-se vinho. Mas, também, pão, arroz, feijão, macarrão, queijo, ovo, manjericão (o ridículo da pergunta enseja a tentação de discorrer sobre quantas centenas de itens são adquiridos).

Você, que já almoçou aqui, nesse restaurante a que se refere, deveria saber que networking entre empresas e seus clientes gera bons frutos e alavanca as receitas. Uma outra emissora, por exemplo, deve com certeza gastar bem mais que 9.500 reais de vinhos, visto que no passado praticamente comprou’ para sua sede todo o restaurante do chef Massimo, por décadas um dos mais luxuosos de São Paulo.

E em tempos desafiadores, as empresas buscam aumentar suas receitas (fazendo negócios) e diminuir seus custos. Por exemplo, já que você é tão diligente em auditoria, quantas vezes esse pedido de vinhos equivaleria ao salário de Tarcísio e Glória, cortados recentemente?”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais