RecordTV fala sobre caso de assédio sexual e diz que tudo não passou de engano

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite desta segunda-feira (27), a RecordTV divulgou um comunicado em que falou, pela primeira vez, sobre um caso de assédio sexual que teria ocorrido na sua redação de jornalismo.

Segundo o jornalista Flávio Ricco noticiou no fim de semana passada, com grande repercussão, uma mulher teria recebido uma imagem de um colega de seu órgão sexual, com os dizeres: “Gostou?”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: RecordTV terá nova correspondente de jornalismo nos Estados Unidos; conheça

A moça passou o caso para a direção de jornalismo, e ele vazou para a imprensa. Para esclarecer o caso, a emissora enviou um comunicado esclarecendo sua visão sobre tudo.

Segundo ela, os dois profissionais foram chamados e tudo não passou de um engano. O homem pediu desculpas, que foram aceitas. Porém, numa atualização do comunicado, a RecordTV afirmou que o colaborador foi suspenso das atividades por três dias.

Veja o comunicado na íntegra:

“Na semana passada, a Record TV recebeu de uma de suas colaboradoras uma denúncia de assédio. O caso foi levado para a direção de jornalismo, que prontamente tomou as primeiras medidas para que a queixa fosse devidamente apurada.

Após a apuração e em conversa com ambas as partes, ficou esclarecido, de comum acordo, que o caso se tratou de um engano. O funcionário se explicou sobre o ocorrido e pediu desculpas pelo equívoco, que foram aceitas.

A Record TV ainda informa que o colaborador foi suspenso de suas atividades por três dias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais