Raquel alerta Nádia: “Vai cortar um dobrado se tentar atrapalhar meu casamento de novo”

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de se reconciliar com Bruno (Caio Paduan), Raquel (Érika Januza) vai ter uma conversa séria com Nádia (Eliane Giardini) em O Outro Lado do Paraíso. Assim que chega na casa da futura sogra, ela se irrita com a cara de pau da mãe do namorado. “Mas então vão se casar. É o que eu sempre quis. Eu dizia, Bruno, Bruno, não brinca com a Raquel. Casa logo”, dispara. “Mãe, eu não sei se você acredita no que tá dizendo, ou se diz porque tá maluca mesmo”, retruca o delegado. “Sempre fui a primeira a torcer por esse casamento”, diz a mulher.

O Outro Lado do Paraíso: Demitido por Samuel, Renato acusa: “Não cedi às tuas cantadas”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Raquel então vai querer esclarecer o relacionamento com a sogra. “Dona Nádia, vamos botar os pingos nos is… a senhora não gostava de mim, porque sou negra e trabalhava de doméstica nesta casa”, lembra a juíza. “Outros tempos, Raquel”, afirma Nádia. “Depois fez de tudo para afastar o Bruno de mim. Até quando eu estava aqui, doente, sem poder andar, deu um jeito de trazer a ex-mulher do Bruno grávida”, recorda. “Foi ela que disse que estava grávida do Bruno”, se faz de inocente. “E o bebê era de outro. Ganhei a maior galhada”, reclama o delegado. “Mas eu também fui enganada”, afirma Nádia.

Bel Kutner comenta entrada em O Outro Lado do Paraíso: “Vem não só para se reconciliar”

Mas Raquel continua pontuando o passado da sogra. “A senhora só começou a mudar porque nasceu um bebê negro na família. Agora pelo menos sei que vai adorar meus filhos, quando eu tiver”, diz a juíza. “Você é recalcada. Posso ter exagerado um pouco aqui, um pouco ali, mas sempre adorei você”, afirma a mãe de Bruno. “Adorou?”, se espanta o delegado. “O que passou, passou. Marquem o casamento. Quando estiver morando aqui verá que sou adorável”, diz a mulher.

Assustada, Raquel vai questionar mais uma vez Nádia. “Não entendi bem. Morar aqui, com a senhora?”, pergunta. “Sim. Para que gastar dinheiro à toa, morando fora?”, justifica a dona do salão. “Dona Nádia, eu não vou morar aqui com a senhora”, afirma. “Mas o que eu fiz para você?”, se faz de rogada. “Ainda pergunta? Eu vou casar com seu filho porque sou apaixonada por ele… Mas nós duas, ainda temos muito que aprender”, alerta.

Nádia vai querer saber do que Raquel está falando. “Aprender o quê?”, pergunta. “A ser amigas. Eu e o Bruno vamos morar no meu apartamento. E com o tempo, a senhora aprende a gostar de mim e vice-versa”, pondera. “Você às vezes fala umas coisas difíceis de engolir”, reclama Nádia. “A senhora também fala coisas difíceis de engolir”, responde. Enquanto Bruno tenta apaziguar os ânimos Nádia será sincera com a nora. “Nunca quis uma nora com tanta personalidade”, diz. “Também sou sincera. Aprendi a lidar com uma sogra. A senhora vai cortar um dobrado se tentar atrapalhar meu casamento de novo”, alerta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio